Uncategorized

Prefeito de Foz do Iguaçu é preso pela Operação Pecúlio

reni

O prefeito de Foz do Iguaçu, Reni Pereira (PSB), foi preso nesta quinta-feira (14) durante a deflagração da 4ª fase da Operação Pecúlio. A Justiça determinou também o afastamento de Reni do cargo. O chefe do Executivo é considerado pela Polícia Federal (PF) e pelo Ministério Público (MPF) o principal operador do esquema para desviar dinheiro público da prefeitura. Com informações do G1 Paraná.

Conforme as investigações iniciadas em 2014, o grupo formado por servidores, agentes políticos e empresários fraudava licitações, entre outros, para o asfaltamento de ruas e contratos na área da saúde. Seis investigados permanecem presos no município desde o dia 19 de abril, quando foi deflagrada a primeira fase da Operação Pecúlio. Estima-se que os prejuízos com os desvios passem de R$ 4 milhões.

Logo após a prisão de Reni Pereira, a vice, Ivone Barofaldi (PSDB), assumiu o comando da prefeitura. A prefeita em exercício anunciou que vai se reunir com a Procuradoria do Município para “organizar a condução dos trabalhos e informar oficialmente a Câmara Municipal”.

6 Comentários

  1. Qo governador do estado vê mais um fiel parceiro político seu indo para o xilindró…
    Sal grosso e arruda até o final deste já tão desastrado governo não faria mal à Richa…

  2. Esse um vagabundo………metido a moralista quando foi deputado ………ele que não se esperte ……daqui a pouco perde até a rsrsrsrsrsrsrsrsrs

  3. Alguns anos atrás, esse mesmo Reni Pereira era deputado estadual. Todo pomposo, exalando honestidade por tudo que é poro, o mesmo ficou encarregado de descobrir o paradeiro de +/- 50 (Cinquenta) automóveis oficiais, da Assembleia, que simplesmente sumiram. Verdade! Foram tragados pelo Triângulo das Bermudas do Centro Cívico.
    O bonitão, como chefe da tal COMISSÃO, faturou politicamente o fato até não poder mais. Nascia ali, o mais novo xerife do Paraná!
    Pois o gostosão arrotou grosso por meses e meses a fio, dizendo que traria a frota oficial de volta, e entregaria-a ao seu legítimo dono, o Povo do Paraná, entre outras lorotas.
    Se puderem, acreditem! – Eu vi, e ouvi, na TV, a resposta do cara de pau, depois de meses a fio de ‘intenso trabalho’ e despesas altíssimas, dizendo que simplesmente os carros sumiram, sim! Sumiram do nada. Ou melhor: Nem todos ! Disse que conseguiram achar dois deles, depois de muita procura: Um estava com o motorista, e o outro estava encostado lá na caixa prego, e que ele, como chefe da dita comissão especial de buscas, resolveu deixá-los por lá mesmo…
    Perguntado pelo repórter, se a Polícia, o Ministério Público e o cacete a quatro foram comunicados, o gostosão disse de forma enfática QUE NÃO! – Que esse assunto não era um assunto policial, e que, portanto, a polícia nada tinha a ver….Que assunto então era esse, sr. deputado???
    Escrevi na época para vários blogs, entre outras coisas: -“Esse cara não passa de um vigarista!”. – Nenhum deles postou minha frase. – Infelizmente para nosso estado, e para a cidade de Foz do Iguaçú, eu estava certo. A máscara do xerifão caiu. O Rei está nu. E viva a deputaiada do Pr.

Comente