Uncategorized

Prefeito ligado a André Vargas é condenado a pagar R$ 130 mil

tabela

O Ministério Público também pediu o bloqueio de seus bens no valor de R$ 1 milhão por contratos fraudulentos e superfaturamento em compras de produtos na secretaria de Saúde

O prefeito de Pitanga, Altair José Zampier (PR), foi condenado por improbidade administrativa por usar a propaganda institucional do município para promover sua imagem pessoal. Na sentença o juiz Luciano Lara Zequinão afirmou que as expressões está nascendo uma nova Pitanga na maneira de governar e e vem muito mais por aí, utilizadas pela prefeitura, “ostentam evidente caráter pessoal”. E que elas não trazem qualquer “caráter educativo, informativo ou de orientação social”, diz a sentença. O juiz ainda afirma que os slogans “enaltecem a administração do réu Altair José Zampier, dando a entender que o réu realiza feitos e administra o Município de forma melhor que seus antecessores”.

Zampier, que foi testemunha de André Vargas no Conselho de Ética da Câmara, teve seus direitos políticos suspensos por três anos e terá que pagar uma multa de R$ 130 mil.

Em outra ação, o Ministério Público pediu o bloqueio de seus bens no valor de R$ 1.015.843,80 por contratos fraudulentos na secretaria de Saúde, em 2010. Na época o secretário era Valdomiro Rodrigues de Lima, hoje vereador, que também foi denunciado pelo MP. Além disso, há suspeitas de superfaturamento em compras de materiais para a Saúde (ver foto).

3 Comentários

  1. LUIZ EDUARDO HUNZICKER Responder

    Se esta planilha for a expressão da verdade, é evidente que nunca haverá dinheiro para oferecer aos pitanguenses, qualidade de vida. As diferenças são absurdas, Pilantras. E nada acontece? Isto é ladroagem na cara dura.

  2. Pedro Aparecido Vichuate Responder

    ENQUANTO OS AGRICULTORES NÃO TEM ESTRADAS, A CIDADE ESTÁ VIRADO EM BURACOS, ajustiça deverá ser mais agiu para punir essa gente !

Comente