Uncategorized

PV vai de Fruet

fruet e dias

O Partido Verde, de Alvaro Dias, corre o risco de embarcar numa canoa furada, vai apoiar Gustavo Fruet para a prefeitura de Curitiba. O prefeito, mesmo com a máquina nas mãos, não lidera as pesquisas. Mas em política tudo é inesperado. O vereador Paulo Salamuni é líder da bancada de situação na Câmara, e pode inclusive ser indicado candidato a vice na chapa do pedetista. Fruet já garantiu ainda o apoio do PTB, e negocia com PPS e DEM. O prefeito vai precisar pedalar mais do que nesses quatro anos de mandato se quiser a reeleição.

8 Comentários

  1. SÓ NÃO ENTENDO UMA COISA, PORQUE ALVARO CORRE RISCO DE APOIAR O GUSTAVO, OU ENTRAR NUMA FRIA, SE ELE SENADOR APOIAR OUTROS AI SIM ELE CORRE RISCO, NÃO O GUSTAVO.

  2. Arlindo Modesto da Silva Responder

    Nessa coligação do PDT e PV quem vai tirar proveito será o atual prefeito Gustavo Fruet, vai pedir ao senador Álvaro Dias a indicação da oficina onde o senador instalou o teto de vinil, pois o prefeito está precisando também de um.
    Isso é política.

  3. AD traiu a maioria dos seus eelitores ao apoiar o Fachin… Agora apoiando o Fruet, apenas acelera a ida para o buraco…

  4. Furada será de quem apoiar o Greca que ainda pensa que foi ele que fez Curitiba. Esquece que naquela época Curitiba já tinha estrutura deixada pelo Lerner e o Greca embarcou e surfou sem ter que fazer força.
    Agora as coisas são diferentes quero ver o candidato que recebeu as maiores ofensas do senador Requião anos atrás e mudou de opinião terá a criatividade de enfrentar a crise sem fazer fontes luminosas e obeliscos que sejam seus “ícones” tipo império Romano.
    O mundo mudou, Curitiba mudou, a mesa não está farta como antes e principalmente de bons técnicos que a prefeitura sempre teve e o Greca foi no embalo e surfou com o que tinha sido feito e com estrutura da cidade, hoje as coisas são outras.
    O estranho é por quê Greca não pede apoio ao Requião. seria um pau mandado do senador ?

  5. Observador Atento Responder

    Ter um acadêmico como candidato a vice prefeito somente vai comprometer ainda mais um eventual (e dificil) segundo mandato de Fruet. Salamuni e Fruet sempre foram muito ligados, mas ambos pecam pela falta de experiência administrativa. Se o Fruet realmente querse reeleger deverá rever uma serie de situações: 1) Escolher um vice com conhecimento em gestão e qualificação técnica; 2) Asumir o compromisso de exonerar alguns assessores muito próximos, os quais foram movidos pelo ódio e pela vingança; 3) Rever o perfil de seus assessores e secretários; 4) Valorizar e não “jogar ao relento” excepcionais servidores de carreira; 5) Reduzir em 80% os comissionados indicados pelos amigos e por políticos, a grande maioria verdadeiros penduricalhos; 6) Não transformar algumas administrações regionais em verdadeiros cabides de funcionários de vereadores que não se elegeram….

Comente