Uncategorized

Parlamento Universitário toma posse na Alep

índice

A Assembleia Legislativa do Paraná viveu hoje um dia fora do comum. Cinquenta e quatro deputados, todos eles na faixa dos 20 anos, tomaram posse para um mandato de uma semana. É o Parlamento Universitário, formado por estudantes de Direito da UFPR, que vão vivenciar todas as experiências de um parlamentar desta segunda (25) até a próxima sexta-feira.

O presidente da Assembleia, deputado Ademar Traiano (PSDB), ‘empossou’ os 54 deputados, em uma cerimônia que seguiu o rito de posse dos deputados eleitos, incluindo aí o juramento. “A experiência tem como principal objetivo aproximar os jovens do parlamento, em um momento em que, devido aos escândalos que sacodem o cenário político nacional, a política enfrenta um momento de grande descrédito. As pessoas precisam se conscientizar que, mesmo com seus defeitos, a política ainda é o melhor caminho que temos ”, disse Traiano.

Depois da posse os deputados do Parlamento Universitário escolheram no novo presidente e a Mesa Diretora. Teve “bate chapa”, discurso, campanha, conchavo e conversa ao pé do ouvido. Foi eleito presidente Luzardo Faria, que derrotou Luiz Machado, por um placar de 29 votos a 20. Por uma semana, os 54 “deputados universitários” ocuparão a Assembleia e vão viver a rotina dos legisladores paranaenses.

A iniciativa é uma parceria da Escola do Legislativo da Assembleia e o Partido Democrático Universitário (PDU), da Universidade Federal do Paraná (UFPR). A iniciativa pioneira é uma oportunidade para os jovens conheceram o Poder Legislativo, o processo de elaboração e aprovação das leis estaduais e uma preparação para quem almeja um futuro no ambiente parlamentar ou político.

“Eles exercerão a prática da cidadania de uma forma intensa. É um aprendizado. Eles vêm aqui em busca de uma oportunidade para conhecer de perto a vida da Assembleia e, pensando já no futuro, a possibilidade de poderem ocupar espaços políticos no estado”, ressalta Traiano.

O Parlamento simulado será formado por 54 estudantes do curso de Direito da UFPR, divididos em partidos políticos conforme a atual representação partidária da Assembleia. Uma universitária também terá a oportunidade de desempenhar o papel de governadora do Estado, com atuação junto ao Legislativo. Depois de empossados, a primeira responsabilidade dos deputados universitários será a eleição da Mesa Executiva e a composição das comissões técnicas responsáveis pelo exame prévio dos projetos de lei.

Na sequência, começa a tramitação dos projetos. “São projetos de bastante relevância e que devem render muitas discussões. A gente espera um evento em que os alunos aprendam bastante sobre as práticas de um parlamentar na Alep e também esperamos aprender com eles. Nas discussões e nos pareces eles podem nos trazer novos conhecimentos”, observa Dylliardi Alessi, diretor da Escola do Legislativo.

Até agora já foram apresentados 29 projetos de lei, um projeto de resolução e três propostas de emenda à Constituição do Estado. Entre os principais temas explorados pelos alunos estão alterações na área de educação, iniciativas de incentivo à cultura, estímulo à produção de orgânicos e a promoção da agricultura familiar, o equilíbrio das contas públicas e questões fiscais. No entanto, antes de chegar ao Plenário, tudo terá que ser aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ),e também receber os pareceres das comissões temáticas. “Assim como é a realidade prática aqui da Assembleia Legislativa será o Parlamento Universitário”, esclarece Dylliardi.

É a seguinte a programação do Parlamento Universitário durante está semana:

Programação:

Segunda-feira
14h – Sessão de posse e sessão de eleição da Mesa Executiva

Terça-feira
10h – Reunião CCJ
14h – reuniões das comissões temáticas

Quarta-feira
10h – reuniões das comissões temáticas
14h – sessão plenária

Quinta-feira
10h – sessão plenária
14h – sessão plenária

Sexta-feira
10h – sessão plenária
14h – reunião final

1 Comentário

  1. A HORA DA VERDADE Responder

    AL já fez isso mas ninguém vingou como politico. Tomara que desta vez alguém não aprenda os vícios da casa…..

Comente