Uncategorized

Homem morre eletrocutado durante ato com Dilma em Aracaju

Um homem morreu eletrocutado na tarde desta segunda-feira (25) durante um ato com a presidente afastada Dilma Rousseff (PT) em Aracaju.

A vítima despencou de uma altura de aproximadamente quatro metros após encostar em um fio de alta-tensão na praça General Valadão, centro da capital sergipana. As informações são da Folha de S. Paulo.

O homem, que não foi identificado, tinha entre 20 e 25 anos. Ele havia subido em um poste em frente ao prédio da Secretaria Estadual de Saúde, poucos minutos antes do discurso da presidente afastada no ato Jornada Nacional da Democracia, organizado pela Frente Brasil Popular.

Em nota o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) de Aracaju informou que a vítima sofreu uma parada cardíaca e traumatismo craniano.

Uma equipe que prestava suporte ao evento realizou os primeiros atendimentos. O paciente chegou a ser levado para um hospital, mas não resistiu aos ferimentos.

O corpo foi encaminhado ao necrotério do Hospital de Urgências de Sergipe.

11 Comentários

  1. Penso que uma morte, seja de quem for, e em que circunstância for, não seja motivo para gracejos…

  2. Caro FÁBIO, esse coitado brasileiro petista iludido foi assassinado pelas autoridades da ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA PETISTA patrocinadora do evento pela inoperação e desrespeito a risco iminente. É mais um sinal do FIM. Atenciosamente

  3. Culpa do Temer. Se Dilma ainda fosse presidente a luz estaria cortada e o cara não teria morrido!

Comente