Uncategorized

Vereadores aprovam afastamento para tratar de campanha eleitoral

Os vereadores da Câmara Municipal de Curitiba aprovaram em plenário o afastamento do representante eleito das atribuições políticas, sem remuneração, por 30 dias. Esse afastamento poderá ser requerido quando o vereador estiver com pendências pessoais para serem resolvidas.

A licença vai de 29 de agosto a 29 de setembro. No requerimento, a justificativa fala em “compromissos assumidos, de cunho particular, em razão do pleito eleitoral de 2016″.

Não há convocação de suplente, que só pode acontecer após 120 dias de afastamento. O gabinete parlamentar pode continuar funcionando normalmente. As informações são do Bem Paraná.

1 Comentário

Comente