Uncategorized

Doações para bancar universidades públicas

unnamed

Painel, Folha de S. Paulo

Acabou o dinheiro – Com uma crise no financiamento das universidades federais, o MEC quer patrocinar um projeto de lei na Câmara para a criação de um fundo especial, que aceita doações de pessoas físicas e jurídicas, para custear as instituições.

Vem pra cá – Apresentada pela deputada Bruna Furlan (PSDB-SP) em 2012, a proposta agrada a cúpula do ministério e estava parada no Congresso. Em novembro deste ano, o texto ganhou novo relator na Comissão de Finanças e Tributação da Câmara.

5 Comentários

  1. Milhões do nosso dinheiro sao destinados para custear universidades aparelhadas pelos esquerdistas para termos produção acadêmica vergonhosa e ainda querem mais?

  2. Imaginem. Doação para universidades públicas. É exatamente o mesmo que jogar o dinheiro no lixo. No bueiro. No lixão. Tomadas pela esquerda alucinada essa universidades são uma sombra ridícula do seu passado. Cheias de quotistas e nulas de meritocracia. Só politica de raça, gênero e outros temas do atraso e da agenda midiática. Botar dinheiro nas mãos de gente desse naipe é como queimar dinheiro em praça pública.

  3. Do Interior... Responder

    Não precisa de dinheiro. Basta não dar dinheiro para sem terra fazer invasões, faculdade de sem terra, dinheiro para as upes, ubes, dce’s, faculdade de direito (também chamada de esquerda). ah, não podemos esquecer dos sindicatos. São bilhões anuais.

  4. Os salarios nas Universidades são atraentes, muitos generosos, para não dizer que tem super salarios também.

  5. Só gente muito otária é que vai cair neste novo Conto do Vigário, dar dinheiro para instituição pública é o mesmo que rechear porco com linguiça. Ou até pior, é o mesmo que rasgar dinheiro. É alimentar professores que recebem um adicional nos seus salários (dedicação exclusiva) só para ensinarem. E muitos não fazem isto. Parcerias entre empresas e universidades já existem há anos, porque não continuar incentivando-as? Será que a tal deputada nunca ouviu falar destas parcerias?

Comente