Uncategorized

Eleição não será em março e serei candidato, diz Piolla

unnamed

O jornalista Gilmar Piolla (PV) afirmou neste sábado, 7, que não há condições de fazer nova eleição para prefeito de Foz do Iguaçu já em março como apontado pela jornalista Mônica Bergamo na Folha de S. Paulo de sexta-feira, 6. Piolla avalia que não há tempo hábil para a justiça eleitoral organizar uma eleição num tempo curto, em menos de três meses. “Não tem como fazer em março. Tem que dar tempo pra desincompatibilização partidária, convenções, registro dos candidatos e propaganda eleitoral”, disse.

A expectativa de Piolla é para que a nova eleição seja confirmada para o final do primeiro semestre. “Agora é inviável. Os tribunais eleitorais estão em recesso ainda. Nem que divulguem as regras no recesso, não haverá tempo hábil. O calendário eleitoral não pode ser abreviado e eu estarei apto (a disputar a eleição)”, disse Piolla, pré-candidato em uma nova disputa.

Piolla disse que com a candidatura confirmada, pretende fazer “uma campanha inteligente” que mobilize novamente toda a cidade. “Sou um candidato independente e não tenho compromisso com a política tradicional. Sou um gestor experiente, bem relacionado, com bons serviços prestados prestados para Foz do Iguaçu”, completa.

3 Comentários

  1. Maria Olivia Samek Responder

    Realmente acho que chegou a sua vez
    Piolla .
    Vc fez muito por Foz do Iguaçu .
    No esporte , turismo.
    Uma Gestão exemplar.
    Foz só tem a ganhar com uma candidatura de um jovem e cheio de ideias novas.
    Vamos lá
    Chegou a sua hora

  2. Carlos Roberto de Oliveira Responder

    Vejo com simpatia a candidatura de Piolla. Não só pela juventude, mas principalmente pela demonstração de envolvimento coma cidade. E mais, aparentemente não traz os vícios do comportamento político piegas.

Comente