Uncategorized

Presos em delegacia da RMC fazem motim

delegacia_rmc

da Banda B

Uma confusão com motim e tentativa de fuga mobilizou as Polícias Civil, Militar e os agentes da Guarda Municipal (GM) na 1ª Delegacia Regional de São José dos Pinhais, no fim da noite desta quinta-feira (19). Os detidos chegaram a quebrar o vidro do parlatório, arrancar portas e quebrar a laje, mas não conseguiram fugir.

No começo da rebelião, os presos impediram que agentes da ROMU (Rondas Ostensivas Municipais) da Guarda Municipal (GM) entrassem nas celas, fazendo uma barreira com colchões e atirando objetos nos agentes. A intervenção dos guardas aconteceu quando os presos conseguiram fazer um buraco na laje para fugir.

O guarda municipal Strombech falou à Banda B sobre o atendimento no local. “Quando chegamos ouvimos gritos e palavras de ordem, fazendo referência ao crime organizado. Eles também queriam pegar dois presos por estupro e quebrar o telhado para fugir. Quando quiseram fugir, foi feita a contenção com uso de arma não letal, sendo evitado que não ocorresse a fuga”, descreveu.

De acordo com familiares dos detentos, a confusão foi motivada pela falta de atendimento médico a um detido. Após a intervenção da guarda e negociação com a Polícia Civil, o motim cessou.

Recorrente

Não é a primeira vez que ocorre rebelião nesta delegacia. A última aconteceu no último 15 de novembro, depois que quatro agentes penitenciários foram esfaqueados. Nessa oportunidade, além da falta de atendimento médico e remédios, os detentos reclamavam da superlotação.

Fuga de presos da PEP 1

O motim acontece em uma semana tensa no sistema prisional do Paraná. No último domingo, após estourarem um buraco na PEP 1 (Penitenciária Estadual de Piraquara), 28 presos fugiram. Cinco morreram em confronto e um foi preso, restando 22 foragidos.

Comente