Uncategorized

Quadro clínico de Dona Marisa é irreversível, afirma cardiologista

dona marisa

O Globo

O quadro clínico da ex-primeira-dama Marisa Letícia Lula da Silva é irreversível, segundo informou o cardiologista Roberto Kalil Filho na noite desta quarta-feira. Dona Marisa não tem mais fluxo cerebral, está sedada e respira com ajuda de aparelhos, de acordo com o médico. Ela está na UTI do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, acompanhada de familiares.

Na terça-feira, os médicos que a acompanham haviam retirado os sedativos que a mantinham em coma induzido desde semana passada. Kalil relatou que a ex-primeira-dama apresentou sinais de melhora no início do dia. O estado de saúde de dona Marisa piorou, no entanto, a partir das 16h desta quarta-feira, levando a equipe do Sírio a retomar a aplicação dos remédios.

Segundo o cardiologista, três motivos levaram à piora do estado de saúde da ex-primeira-dama. A inflamação e o edema causados pelo AVC não regrediram, a pressão intracraniana aumentou e houve vasoespasmos (contrações de vasos sanguíneos) no cérebro. Durante a noite, ela passou por um exame para avaliar o fluxo sanguíneo no cérebro. Os resultados mostraram uma circulação mínima de sangue.

Após visitar a família, o ex-prefeito de São Bernardo do Campo, Luiz Marinho, disse que o momento é de oração:

— É um momento muito difícil. Mas temos que orar e entregar a Deus. O presidente Lula tem esperança, tem fé — disse o ex-prefeito de São Bernardo, Luiz Marinho.

Outro petista que esteve no hospital no início da madrugada foi o presidente do Instituto Lula, Paulo Okamoto, que definiu a situação de dona Marisa como “muito grave”:

— A situação é muito grave, muito grave. Agora tá nas mãos de Deus.

PASSOU MAL EM CASA

Dona Marisa passou mal no apartamento em que mora em São Bernardo do Campo, no ABC paulista, no início da tarde de 24 de janeiro. Ela foi levada a um pronto-socorro da cidade, de onde, após exames constatarem o AVC, foi transferida de ambulância para o Sírio-Libanês, na capital paulista. A ex-primeira-dama chegou consciente ao hospital por volta das 15h30 daquele dia.

Após passar por uma operação para estancar o sangramento no cérebro, dona Marisa foi conduzida à unidade de terapia intensiva (UTI), onde continua até esta quarta-feira.

Segundo Kalil, o AVC foi causado pelo rompimento de um aneurisma que fora identificado dez anos atrás. O aneurisma é uma alteração em uma artéria do cérebro. Seu rompimento provoca sangramento e inflamação.

4 Comentários

  1. Lula, o Fascista, o câncer do Brasil já esta usando da possível morte da mulher pra se passar por coitadinho. Ele fez isso a vida toda ao mostrar o dedinho que ele mesmo amputou pra receber benefício junto ao INSS. Esse vagabundo é que deveria estar no lugar da mulher mas até entendo que seria muito cômodo pra esse verme morrer desta forma e rapidinho E$$e l$xo tem apodrece na CADEIA pra pagar um pouco a desgraceira que deixou esse pais.

  2. Dionleno Silva Responder

    Pelo lado humano que Deus escolha o que é melhor neste momento, pelo lado político não poderá usufruir do que seu marido desviou da Nação.

  3. ELEITOR DE BOA MEMORIA Responder

    OS ADVOGADOS DO LULA JA DEVEM ESTAR PREPARANDO O DISCURSO DE LUTO ACUSANDO O MORO PELA MORTE DELA, SERIA INTERESSANTE ABRIR UMA ENQUETE SOBRE O QUE O POVO ACHA , ANTES QUE ELES COMECEM A MONTAR O CIRCO

  4. Uma coisa é certa. Dona Marisa já está livre das garras de Sérgio Moro que vai ter de reformular a sentença que está pronta condenando Lula, ela e o resto!

Comente