Uncategorized

Fomento Paraná leva linhas de créditos aos prefeitos

Fomento Paraná visita obras e empreendimentos em Rio Negro.

A Fomento Paraná iniciou nesta sexta-feira, 10, por Rio Negro e Quintandinha as visitas às cidades para apresentar linhas de créditos e orientar os novos prefeitos sobre os projetos para obras. A agência também oferta crédito aos empreendedores privados para estimular a economia local e gerar empregos. Desde 2011, a Fomento já contratou mais de R$ 1,2 bilhão em financiamento para os municípios e R$ 800 milhões para empreendedores privados.

Em Rio Negro, o presidente da Fomento Paraná, Juraci Barbosa, e o diretor de Operações, Omar Sabbag Filho, foram recebidos pelo prefeito Milton Paizani. O encontro – com secretários municipais, vereadores, empreendedores locais e taxistas – foi apresentada as linhas de financiamento públicas e privadas. A prefeitura também renovou o convênio para operacionalização do programa Banco do Empreendedor.

Em Quintandinha, Juraci Barbosa e Sabbag Filho foram recebidos pela prefeita Maria Julia Wojcik. “Mostramos aos prefeitos e prefeitos, a importância de preparar bons projetos para as obras previstas nos planos de investimento ou de manutenção das cidades. Estamos nos colocando à disposição para orientar os procedimentos e principalmente financiar as obras”, explica Omar Sabbag Filho.

Empregos – “Ao mesmo tempo estamos destacando a importância da parceria entre a Fomento Paraná e os municípios na oferta de crédito aos empreendedores privados, como forma de estimular a economia local e gerar empregos”, disse Juraci.

“Começamos por Rio Negro, o que é um privilégio muito grande, porque é um município com condições de gestão em dia, contas em dia, com capacidade de endividamento, e muitas obras em execução. Somente no governo Beto Richa são quase R$ 12 milhões para obras”, afirma Juraci Barbosa.

“Além disso temos vários taxistas e outros empreendedores beneficiados, que contam excelentes histórias, como o dono de uma autoescola e a dona de uma academia e salão de beleza, que conseguiram viabilizar os negócios com apoio do nosso crédito”, completa.

Comente