Uncategorized

PRF prende no Paraná “sócio” brasileiro de cartel colombiano

do Bem Paraná

Um homem apontado como líder brasileiro de uma quadrilha internacional de tráfico de drogas foi preso pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) neste domingo (12). O homem teria transportado toneladas de cocaína da América do Sul para a Europa. A prisão aconteceu em Guaíra, na região oeste do Paraná.

De acordo com a PRF, havia um mandado de prisão contra o homem por tráfico de drogas. Em março de 2014, este mesmo homem foi preso pela Operação Oversea, da Polícia Federal. Nela, uma carga de 3,7 toneladas de cocaína foi apreendida no Porto de Santos. A carga seguiria para a Europa.

Segundo investigação da PF, o brasileiro estava em Antuérpia, na Bélgica, em maio de 2013, para repassar orientações sobre o recebimento de uma carga de cocaína na Europa. O homem teria passado, ainda, por outros sete países, como França, Bolívia, Espanha e Inglaterra. Drogas sintéticas como o LSD também eram transportadas para o Brasil.

Na mesma abordagem da PRF, outro homem foi preso por carregar e apresentar aos policiais uma carteira de habilitação falsa. Ele tem 36 anos e era foragido da polícia, acusado de ter espancado a namorada até a morte em Ribeirão Preto, interior de São Paulo, em junho de 2016, por ciúmes.

Os dois presos foram levados para a Delegacia da Polícia Federal em Guaíra.

3 Comentários

  1. Li em outro site que ele tem ligações com Primeiro Comando da Capital (PCC) e com a organização mafiosa italiana N’Drangheta.

  2. Existe o debate sobre descriminação da maconha. A nossa dúvida nunca vai acabar. Estava pensando que como política criminal (inchaço das cadeias e penitenciárias), o tráfico de pequena quantidade de maconha pudesse deixar de figurar nos crimes equiparados a hediondos. Continua a ser crime, porém sem a severidade para progressão de regime., Nem o início da pena seja obrigatoriamente em regime fechado. Talvez 100 g, 200 g, 300 g, ou outro parâmetro. Um meio termo, já que a potencialidade de estrago das outras drogas é bastante superior ao da cannabis e a punibilidade é a mesma !

Comente