Uncategorized

Professores municipais de Curitiba vão à greve

professores_curitiba

Por unanimidade, professores municipais de Curitiba aprovaram na noite desta quinta (9) greve por tempo indeterminado a partir de 15 de março contra a reforma da previdência e por melhorias para a categoria que não foram confirmadas pelo prefeito Rafael Greca de Macedo, que tende a roer a corda de suas promessas. Os professores querem Plano de Carreira, contratação e melhores condições de trabalho.

“Nosso movimento vai fortalecer a resistência nacional e, ao mesmo tempo, pressionar também o prefeito Rafael Greca a cumprir a lei e garantir condições de trabalho nas escolas de Curitiba”, diz o Sismmac.

1 Comentário

  1. Algumas categorias de profissionais não podem aderir à greve por
    uma simples razão:- dano à sociedade. A categoria dos professores
    passam a integrar este time seleto por produzir prejuizos imensos
    aos pais e alunos. Pensem, ilustres professores !!!

Comente