Uncategorized

Irmã e primo de Aécio em prisão domiciliar

Da Folha de S. Paulo

Os ministros da Primeira Turma do STF (Supremo Tribunal Federal) determinaram nesta terça (20) que a irmã e o primo do senador Aécio Neves (PSDB-MG) fiquem em prisão domiciliar.

A decisão sobre os recursos relativos ao próprio Aécio (ele pediu para recuperar o mandato e a PGR pediu sua prisão) foi adiada.

Por 3 votos a 2, os magistrados decidiram que Andrea Neves e Frederico Pacheco, além de Mendherson Souza, assessor do senador Zezé Perrella (PMDB-MG), devem cumprir medidas cautelares alternativas à detenção.

A Primeira Turma é composta por cinco magistrados: Marco Aurélio, presidente e relator do caso, Alexandre de Moraes, Luís Roberto Barroso, Rosa Weber e Luiz Fux.

Marco Aurélio, Moraes e Fux votaram pelas medidas cautelares.

3 Comentários

  1. Sergio Silvestre Responder

    Ontem um marginal com tornozeleira que deveria estar monitorado perseguiu uma pessoa e matou ela a tiros no meio de uma avenida movimentada,logo estarão perseguindo voce,meus filhos e o Brasil está partindo para o abismo,sem lei e sem condição de um Pai de família se defender na hora que eles vim na porta de sua casa.essa justiça brasileira é absolta,não funciona por que é parte da irmandade,dos esquemas e da contravenção.

  2. Se as provas tão robustas contra esta dupla não forem consideradas
    pelo STF é melhor fechar as portas deste Supremo e criar galinhas.
    Que não sejam do PT, claro !!!

Comente