Uncategorized

Prefeitura entra na justiça para sacar
R$ 600 milhões

A prefeitura de Curitiba entrou com recurso no Tribunal de Justiça para sacar R$ 600 milhões do fundo de previdência dos servidores municipais. A prefeitura argumenta que o valor foi depositado indevidamente por conta de erro das antigas gestões.
Na semana passada o Sindicato dos Servidores da Guarda Municipal (Sigmuc) conseguiu uma liminar para impedir que os valores fossem sacados, sob o argumento de que o saque poderia prejudicar o pagamento das aposentadorias. A “ação anulatória de débito por abuso de poder” tomou como base notas técnicas do Ministério da Fazenda que apontam que o equilíbrio financeiro e atuarial do fundo seria “gravemente afetado pelo saque pretendido pela prefeitura”.
Segundo a juíza, em seu despacho, o fundo, que já tem um déficit de R$ 15 bilhões estaria em risco, com o pagamento dos benefícios ameaçados, com a retirada de outros R$ 600 milhões. A decisão, em caráter liminar, vale até o julgamento do mérito da ação. O saque dos R$ 600 milhões faz parte do pacote de ajuste fiscal enviado por Greca à Câmara Municipal.

Informações do Paraná Portal.

4 Comentários

  1. O Greca já era. Na campanha foi campeão de promessas e hoje
    já começou a enfiar a mão no bolso dos Curitibanos. Fundos da
    Previdencia dos Servidores são dos servidores e fim de papo !!!

  2. O GG precisa receber o que adiantou na campanha… ou acham que ele ia virar altruísta depois de velho?

    Agora, se o Dudu não aproveitar a chance e mostrar que é diferente, vai ser afundado.

    Basta seguir o exemplo do Leprevost: cedo aqui, mas não cedo ali e vai levando.

  3. NA CORDA BAMBA Responder

    De promessa em promessa o Greca foi afundando o Fruet. Se
    o Fruet e Leprevost não fincarem o pé na estrada vão ficar cheirando
    poeira.

Comente