Uncategorized

Para governo, situação de Aécio Neves ‘é problema dele e do PSDB’

O Globo

Enfraquecido desde que foi afastado do mandato pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e deixou a presidência do PSDB, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) não vem contando com a solidariedade do Palácio do Planalto. Assessores próximos a Michel Temer tem dito que a situação do tucano, um dos principais defensores da manutenção do PSDB no governo, “é problema dele e do PSDB”.

O discurso do governo é de que Aécio já estava fragilizado mesmo antes de ser afastado do mandato pelo ministro Edson Fachin — ele já foi autorizado a retomar as funções de senador pelo ministro Marco Aurélio Mello, também do STF. Interlocutores do presidente afirmam ainda que a fragilidade do tucano não afeta o governo.

— Aécio já estava enfraquecido antes, e isso prejudica a ele especificamente. Isso é problema dele e do PSDB, eles que são tucanos que se entendam — disparou um integrante do governo.

Aécio estava afastado do cargo desde 18 de maio, em razão das delações premiadas de executivos do frigorífico JBS. Marco Aurélio é o relator dos processos do senador baseados nessas colaborações. Ao devolver Aécio ao cargo, o ministro argumentou que deve haver harmonia entre os poderes, e que o Judiciário não pode interferir no Legislativo. Segundo ele, o afastamento é uma questão que deve ser resolvida dentro do próprio Senado.

1 Comentário

  1. Doutor Prolegômeno Responder

    De onde vem esta súbita macheza do PSDB? O partido que borrou-se todo em 2005 e amarelou para pedir o impeachment de Lula e que calou-se apavorado em cima do muro, enquanto via a ruína de Dilma. Por quê seus líderes se tomaram que tanta coragem e tantos brios? Será o medo da mídia poderosa que detratou alguns de seus mandarins? Quem tem fiofó tem medo…

Comente