Uncategorized

A eterna novela tucana

Está marcada para hoje à noite uma nova reunião entre a cúpula do PSDB para decidir se desembarca do governo do presidente Michel Temer.
Fernando Henrique Cardoso, Gerado Alckmin, Marconi Perillo, João Doria, entre outros, conversarão depois da leitura do parecer de Sergio Zveiter.
Ontem Geraldo Alckmim declarou que “Não há razão para PSDB ficar no governo após reformas”. O senador Tasso Jereissati disse na semana passada que o país “beira a ingovernabilidade” e o senador Cássio Cunha Lima afirmou que a gestão Temer “pode estar diante do início do fim”.
As conferências que o PSDB faz para decidir se fica ou se sai do governo já nem figuram mais como notícia, tantas vezes aconteceram depois da conversa gravada entre Joesley Batista e Temer.

1 Comentário

  1. Quando um partido não se entende, é porque falta um comando (liderança) e uma união. E, isso sobra no PT.
    Ou seja, o PT não precisa se esforçar, os próprios opositores caem sozinhos.
    Resumindo, se o PSDB em determinado momento optou por fazer farte deste governo, se sair ou ficar o resultado é o mesmo, nada muda.
    Mas se sair, será visto como oportunista e covarde e o meu voto não terá jamais. Isto porque o País precisa urgente de reformas e não medidas populistas.

Comente