Uncategorized

Jantar entre Temer e Maia vai ser ‘só beijos e abraços’, diz ministro

O Globo

O ministro da Educação, Mendonça Filho, disse ao GLOBO nesta terça-feira que o jantar desta noite, marcado pelo presidente Michel Temer para acalmar os ânimos de sua relação com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), vai ser amigável e terá “só beijos e abraços” entre os dois. O convescote acontecerá na residência oficial do presidente da Câmara a partir das 20h30.

— Os dois concordaram em jantar e vai ser só beijos e abraços — minimizou Mendonça.

O jantar foi marcado depois que Temer se reuniu com a bancada do PSB na manhã de hoje, mesmo dia em que o grupo esteve com Rodrigo Maia. O movimento de Temer irritou dirigentes do DEM, que acusaram o presidente de tentar “roubar” os parlamentares do PSB, que já negociam, segundo eles, há cerca de três meses a ida para o DEM. Maia e outros dirigentes do partido têm se movimentado no sentido de ampliar os seus quadros, aumentando assim a importância no cenário nacional. Segundo parlamentares do DEM, a negociação com o PSB já tratou até dos espaços regionais que serão dados a esses deputados que migrarem para a legenda.

Após ministros entrarem em campo para apaziguar a relação de Maia com Temer, – além de Mendonça, também Antonio Imbassahy (Secretaria de Governo) -, interlocutores dos dois lados admitiram que o mal estar foi gerado por uma “trapalhada” do presidente, que “se precipitou” ao se reunir com deputados do PSB e falar em possível migração para o PMDB. Outras fontes dizem que o assunto de uma possível ida para o PMDB veio da boca dos deputados, e que Temer teria apenas dito que eles são bem-vindos no partido.

— É uma coisa que incomodou o Rodrigo, mas a pressão da bancada do DEM é que gerou o mal estar maior. Temer resolveu dar um ponto final nisso e marcou o jantar — contou um interlocutor do Palácio do Planalto.

4 Comentários

Comente