Uncategorized

A lista de Janot

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, quer terminar as investigações sobre os partidos políticos citados como organizações criminosas antes do término do seu mandato, em meados de setembro.
Seu objetivo é oferecer ao menos quatro denúncias, com base na primeira “lista do Janot” de 2015. Os focos são PP, PT e PMDB – neste último, serão duas denúncias, uma contra o grupo da Câmara e outra contra o grupo de senadores.
A expectativa é de que com essas denúncias Janot consiga deixar a Procuradoria-Geral da República com os políticos já na fila para se tornarem réus no Supremo Tribunal Federal.

2 Comentários

  1. Doutor Prolegômeno Responder

    A assessoria de imprensa funcionando no ocaso dos lame ducks. è sempre assim.

  2. Isso não vai dar em nada, onde as leis são formadas por bandidos e aprovadas pelos mesmos, a cúpula podre da política no Brasil onde cada qual pensa em si próprio ou tira vantagem sobre o outro achacando e exigindo coisas para dar cobertura, vai ser trabalho perdido e sem efeito.

Comente