Uncategorized

Sigilo de delação até Justiça aceitar denúncia – sim ou não?

Em pensamento oposto ao antecessor, Rodrigo Janot, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, quer manter sob sigilo delações premiadas e investigações ligadas a elas até a aceitação da denúncia pelo Supremo Tribunal Federal.
Rodrigo Janot pensava diferente, pedindo muitas vezes o levantamento do sigilo no início das investigações. Foi o que ocorreu em grandes delações como a da Odebrecht e também a da JBS.
Para Dodge o sigilo previne que investigados destruam provas quando souberem que foram denunciados por outros suspeitos e protege, inclusive, as medidas de investigação solicitadas pela Procuradoria.
Hoje, há 14 acordos em negociação com a Procuradoria, entre eles o do ex-ministro Antonio Palocci e do ex-deputado Eduardo Cunha. A essa altura do campeonato, muita gente já deve ter riscado fósforo e queimado muito papel para se livrar do que eles possam falar.

Comente