Uncategorized

‘Retrocesso inaceitável’, diz Fernando Henrique sobre mudança na lei de combate ao trabalho escravo

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso criticou nesta quarta-feira, 18, a portaria do Ministério do Trabalho que modifica a lei de combate ao trabalho escravo. Segundo FHC, a medida representa um “retrocesso inaceitável”.”Considero um retrocesso inaceitável a portaria do Ministério do Trabalho que limita a caracterização do trabalho escravo à existência de cárcere privado”, disse FHC no facebook.

“Com isso, se desfiguram os avanços democráticos que haviam sido conseguidos desde 1995, quando uma comissão do próprio Ministério, ouvindo as vozes e ações da sociedade, se pôs a fiscalizar ativamente as situações de super-exploração da força de trabalho equivalentes à escravidão. Em um país como o nosso, no qual a escravidão marcou tanto a cultura, é inaceitável dificultar a fiscalização de tais práticas. Espero que o Presidente da República reveja esta decisão desastrada”, completou.

Comente