Uncategorized

Palpite infeliz

Requião já não é o mesmo. Suas boutades ficaram, digamos, burras. Ele tem dito aos que pregam pela renovação na política, que “a novidade é bobagem. Numa Olimpíada, você coloca o atleta experimentado”, afirmou. De cabo de esquadra. Primeiro porque os atletas olímpicos não são selecionados pela idade, mas pelo desempenho, e o que acontece é que os mais velhos vão sendo substituídos pelos mais novos. Em segundo lugar, não fica bem para um octogenário dizer que é a vez de sua geração, que já cometeu todas as falcatruas, governar o país e o estado.

Há mais. Requião está na marca do pênalti e poderá ficar sem partido logo, se depender da vontade da direção nacional e de boa parcela do PMDB nativo. Ele que se prepare. O juiz Rômulo Batista Teles, da 25ª Vara Cível de Brasília, negou recurso da senadora Kátia Abreu para suspender processo disciplinar que é movido contra ela pela cúpula do PMDB. Requião está na mesma situação e responde por três processos que pedem sua expulsão.

6 Comentários

  1. Roberto rodrigues Responder

    O babaca. Qualquer partido decente gostaria de ter o Requião em seus quadros.

  2. eleitor desmemoriado Responder

    Data vênia caro Fábio, mas falar de Maria Louca é chover no molhado. Esquece o cara, é cachorro morto há muito tempo.

  3. Este sujeito sempre foi de falar besteiras, e os poucos comentarios serios nunca se concretizaram. Deve estar senil….. ou alzheimer se aflorando

Comente