Uncategorized

Francischini rebate CFP

O deputado federal Fernando Francischini (Solidariedade/PR), relator da Lei 13.348 – que torna obrigatório o exame de diagnóstico precoce para autismo em crianças até 18 meses -, e presidente da Frente Parlamentar em defesa dos diretos dos Autistas, repudia veementemente a posição político-ideológica do Conselho Federal de Psicologia que tenta suspender a implantação do exame, proposta por essa Lei, que passará a ser oferecido gratuitamente pelo SUS.

“A posição do Conselho Federal de Psicologia despreza a luta de anos de milhares de famílias que buscam direitos tão importantes e que agora foram duramente conquistados. Uma criança com síndrome espectro-autista tem déficit de desenvolvimento na Comunicação, na Interação Social, e no Comportamento Repetitivo ou sistemático. Quanto mais cedo o acompanhamento mais seu desenvolvimento terá progresso”, diz Francischini.

Comente