Uncategorized

RG e CPF em um único número

O governo do Estado e o Tribunal Superior Eleitoral vão integrar suas bases de dados biográficos e biométricos para validação de identificação dos cidadãos e emissão de carteiras de identidade. O acordo de cooperação foi assinado pelo governador Beto Richa, o presidente do TSE, Gilmar Mendes; do TRE-PR, desembargador Adalberto Jorge Xisto Pereira, e o presidente do TJ-PR, desembargador Renato Braga Bettega.
Com isso, o Paraná passa a integrar o projeto de criação do Documento Nacional de Identificação (DNI), que unifica RG e CPF em um único número. A partir da formalização da cooperação, o governo do Estado se compromete a repassar as informações dos cidadãos para a Identificação Civil Nacional (CNI), banco de dados criado no início deste ano, que vai reunir as informações necessárias para a confecção do novo documento. A base de dados nacional é gerida pelo TSE.

3 Comentários

  1. Luiz Artur Gapski Pereira Responder

    Isto ja deveria ter sido feito a muito tempo um único documento compacto c/ tudo seria uma beleza né?

  2. Já que tem TSE envolvido, poderia incluir o número do título de eleitor e também já que é ligado ao Detran/Denatran, incluir também o número (prontuário) da CNH. Poderíamos ir mais além: até a placa, que não seria mais do veículo, ser os últimos números do CPF. Traduzindo: um único número para tudo! Pra que essa montoeira de documentos? Só para dar transtornos para o cidadão!

  3. É muito bom, desde que não onere mais ainda os contribuintes. Quem tem documentos regulares deveria receber o novo gratuitamente, se não for assim é mais uma armadilha para tirar dinheiro da população como muitas que já vimos por aí.

Comente