Uncategorized

Valeu, Excelência

Lillian Witte Fibe,

Tudo pronto para mais um “desjulgamento”. Graças à ministra Cármen Lúcia, família Picciani nada tem a temer

Pois é, ministra Cármen Lúcia, políticos presos seguem sendo libertados em todo o Brasil graças a seu voto de minerva.
Em nome do que, mesmo? Da segurança institucional?
Ora bolas, conta outra.
Quando a presidente do Supremo Tribunal Federal, Cármen Lúcia, se reuniu com o presidente do Congresso, Eunício Oliveira, às vésperas da histórica decisão sobre o recolhimento noturno do senador Aécio Neves, minhas antenas jornalísticas me alertaram.
Mas não deu pra imaginar que as consequências seriam tão graves. Tão tristes para uma sociedade que clama pelo combate à corrupção endêmica. Pelo fim dos bancos paralelos, das planilhas de propinas, pelo fim dos carros fortes transportando as nossas cédulas por ordem dos chefões das organizações criminosas.
A presidente do Supremo, tão experiente também em política, pois não há novatos nem ingênuos na corte, recuou num momento chave.

Poderia ter optado pela tolerância zero à corrupção, que até então parecia lhe pautar a vida. Os senadores ameaçaram desacatar o Supremo, que tremeu. Ela se reuniu com Eunício, e, em seguida, convocou o plenário. Quando deixou de lado a tolerância zero, optando pela negociação. E desempatou uma votação: cabe aos “legislativos” (câmaras municipais, assembleias estaduais, além do próprio Congresso) a última palavra sobre a punição a seus pares, a despeito do que diz a lei sobre o assalto contínuo que nos vitima a todos, o crime de roubo.

Em outras palavras: os juízes julgam, mas parlamentares… pensando bem, a única palavra que me ocorre é uma inexistente: “desjulgam”.

Parlamentares “desjulgam”.
Não há na língua portuguesa outro verbo para isso.

Aécio, foro privilegiado, foi penalizado pelo Supremo e “despunido” pelo Senado.

Daí em diante, a febre de soltura de outros corruptos reverberou pelo Brasil.
E os “legislativos”, imbuídos da autoridade que lhes foi concedida pelo mesmo Supremo, não demoraram a agir.
Portanto, a família Picciani, alvo, como sabemos, de uma das mais recentes e maiores operações da Polícia Federal, nada tem a temer.

Independente do que desembargadores decidirem hoje sobre os pedidos de prisão do Ministério Público, está tudo pronto na Assembleia para manter em liberdade seu líder máximo.
Que vem a ser pai do ministro do Esporte de Temer, Leonardo Picciani, mencionado em delação premiada.

Que pena, ministra Cármen Lúcia. Que pena.

12 Comentários

  1. Esta aí nunca me enganou…outro produto da rede globosta de enganação…

    e dos jornalistas marxistas-progressistas que infestam as redações dos jornais…como declarou o descerebrado da foice de Sum Paulo

  2. Vampiro(a) é pra isso mesmo; para sugar o sangue da sociedade, do cidadão, do contribuinte!

  3. É pena, mas é a pura verdade. Enquanto tivermos essa excrescência do foro privilegiado veremos, constrangidos, esses fatos se repetirem. Políticos como os nossos não temem o ridículo, mas sim temem perder as benesses da impunidade. Fazem qualquer coisa para permanecer impunes e o judiciário os acoberta.

  4. Só o mais ingenuo dos brasileiros pode esperar alguma coisa desse país e suas intituições falidas. Essa presidente do STF a qual mais parece um definto saído de tumba de filme de horror e demais alguns ministros bandidos que trabalham contra a população mais necessitada estão com seus dias contados, queiram ou não, pois a morte os está esperando, a todos nós e dentro em pouco ela chegaom a prestação de contas que teremos que fazer, com absoluta certeza e aí não há tribunal parcial que defenda aqueles que votaram, que decidiram a favor da minoria abastada e contra a grande maoiria que necessita do estado para lhe fornecer o mínimo de dignidade. Sinto mas nosso Brasil já era. Só a INTERVENÇÃO MILITAR PODE NOS SALVAR. Armas na mão e vamos à luta.Nunca votei no Lula ou no PT mas estou pensando sériamente em fazer campanha pois creio que na verdade, não sem culpa, mas foram pegos num grande golpe para assumir o poder, o coitado do LULA (nunca pensei falar isso) foi tão pobre e ignorante que se deixou levar pelo poder. quadrilha do pmdb, psdb, pp e outros.

  5. Roberto rodrigues Responder

    O lula pelo menos não está milionário. Não tem contas na Suíça. E dizem que ele tem um sítio em Atibaia e um triplex. Devem valer uns 3 milhões de reais. Só numa bolsa do Aécio 2 milhões. E na casa do gedel 51 milhões.

  6. Manchou sua biografia. Sem condições laguma para ser presidente do STF, e começo a duvidar de sua capacidade para ser integrante do STF,

  7. Roberto rodrigues deixe de falar merda! o Lula só numa conta de aposentadoria tem 9 milhões, e agora bloquearam mais uns 20 milhões dele, ou vc. é burro ou se faz de.

Comente