Uncategorized

Marmita gourmet na prisão

Foi noticiado durante o final de semana que numa inspeção surpresa nas celas dos poderosos do Rio de Janeiro, foram encontrados itens com preços para lá de impressionantes. A marmita gourmet dos presidiários tinha de bolinhos de bacalhau e camarão a queijo francês.
Alguns preços: queijo francês Baébybel, R$ 279 o kg; queijo francês de leite de cabra Chavroux, R$ 233,00 o kg; presunto cru português, R$ 225,00 o kg; castanha do Pará, R$ 200,00 o Kg.
Veja que ironia, o advogado de Cabral se revoltou e disparou contra a ação dentro das celas: “Sérgio Cabral já é perseguido até pelo que come. Daqui a pouco será pelo que pensa. É lamentável se ver a mobilização de todo o aparato estatal em perseguição ao cardápio de um detento. Parecia que o Ministério Público tinha coisas mais importantes a fazer no Estado do Rio de Janeiro que fiscalizar comida de presídio.”
A cara de pau não tem limites.

(Foto: Fabio Pozzebom/Agência Brasil)

2 Comentários

  1. Sergio Silvestre Responder

    Interessante é que ninguem mostra o Cunha(bandido de estimação do Moro)ele da seus passeios de carro com motorista,sempre de terno bem cortado,parece ter até massagem tailandesa na cela,isso nós não vimos,ele está num verdadeiro spa,o que pede eles dão e vão fingir sua prisão até a poeira assentar.

  2. Perae… cada coisa no seu lugar.
    Que o Cabral deve mofar na cadeia todos nós concordamos.
    Mas, e daí se ele seleciona o que irá comer e paga por isso?
    Ah, mas o dinheiro é roubado, diriam os mais afoitos. Que a justiça prove e tome o dinheiro dele.
    A velha mídia perdeu a linha com carretel e tudo. Daqui a pouco noticiarão: Cabral teve dor de barriga hoje e espirrou 3 vezes.

Comente