Uncategorized

André Vargas, tudo continua igual

Acusado de receber vantagens indevidas para influenciar em escolhas de agências de publicidade para prestar serviços à Caixa Econômica e ao Ministério da Saúde, André Vargas foi condenado a treze anos e dez meses de prisão em 2015.
O advogado entrou com recurso questionando o cálculo da pena e o condicionamento da progressão do regime ao pagamento da reparação financeira do dano.
A 4ª Seção do TRF4 negou e tudo continua como antes.

2 Comentários

  1. CAÇADOR DE VERMES PETISTAS Responder

    PETISTA (FASCISTA) do inferno.

    Verme ladrão do dinheiro público. Seu lugar assim como o lugar de Lula, Dilma, Gleisi, Dirceu, Aécio e qualquer outro ladrão independentemente de partido ou ideologia política é na CADEIA.

    Ninguem aguenta mais tanta vergonha, tanta cara de pau desses ladrões infiltrados na política.

    Morram desgraçados.

Comente