Uncategorized

Câmara de Curitiba, R$ 300 mil de prêmio na hora da aposentadoria

Sabe aquela licença de três meses de trabalho a cada cinco anos trabalhados que os funcionários públicos têm direito? Pois, pois, na Câmara de Vereadores, desde 2012 ela pode ser trocada por indenização na hora da aposentadoria.
O valor não é baixo. Dos 68 funcionários que se aposentaram desde então, a média foi de R$ 202 mil para cada um, com exceção de 17 casos que passaram de R$ 300 mil.
Um bom negócio para o aposentado, mas caro aos cofres: em cinco anos as indenizações custaram R$ 14 milhões.

4 Comentários

  1. ESSES SÃO OS FILHOS DE BRASILIA, APRENDERAM COM O PRESIDENTE, SENADO E CONGRESSO, TODOS CORRUPTOS OU…Q VONTADE DE FALAR.

  2. Houve um engano, não é possível que a Prefeitura que vive chorando porque está quebrada, tenha esta grana toda para pagar que se aposenta. É engano, não é mesmo?

  3. Laura Unni Moser Responder

    Caro Fabio, os funcionários tem que trabalhar 35 anos, não tirar as licenças prêmios as quais tem direito por Lei, aguentar a demagogia dos senhores vereadores, sem ter direito a FGTS, sem direito as hora extra, sem direito a vale alimentação. Isso sem falar nas perseguições politicas dentro do recinto de trabalho. Agora os senhores deputados estaduais, federais, senadores, governadores e presidente, se aposentam quando?, com quantos anos de serviço? Isto sim é vergonhoso.

Comente