Uncategorized

Denunciado 37 vezes por corrupção

Leonildo Sandri, ou Leonildo Gordo, como é conhecido, ex-vereador, foi denunciado pelo Ministério Público do Paraná pela suposta prática, por 37 vezes, do crime de corrupção ativa e falso testemunho. Na mesma leva outras quatro pessoas, três são seus ex-assessores.
A denúncia faz parte da Operação Racha deflagrada pelo Gaeco em novembro para investigar a prática de divisão de remunerações de assessores parlamentares comissionados que seriam obrigados a entregar mensalmente parte dos seus vencimentos a alguns vereadores de Pinhais.
Durante a operação, o Gaeco cumpriu mandados de busca e apreensão nas residências e em empresas do ex-vereador e de outra pessoa acusada de crime cometido a mando dele. Entre os mandados expedidos pela Justiça está o de prisão temporária de Leonildo Gordo, mas ele não foi localizado e está foragido.

3 Comentários

  1. Leonardo Bittencourt Reply

    E outros dois assessores denunciados estão atualmente trabalhando em cargos de comissão na Assembleia Legislativa, ambos vinculados ao gabinete do Deputado Anibelly (wiliam e eduardo)

Comente