Uncategorized

Governo anterior quebrou o País, diz Meirelles

Apontado como possível candidato à Presidência da República em 2018, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, dirá na propaganda partidária do PSD que populistas e oportunistas fazem mal ao País, conforme antecipou a Coluna do Estadão nesta quarta-feira. No vídeo, que será veiculado nesta quinta-feira em cadeira nacional de rádio e TV e do qual o ministro será o protagonista, Meirelles afirmará também que o brasileiro não quer mais saber de aventuras. As informações são de Igor Gadelha no Estadão.

“Estamos no rumo certo e não podemos dar nenhum passo atrás. Temos de ficar atentos: o populismo e os oportunistas fazem mal ao País. O Brasil exige competência, responsabilidade e ética”, dirá o ministro no vídeo, sem citar nomes. “O governo anterior quebrou o País, essa é a grande verdade. O brasileiro não quer mais saber de aventuras”, afirmará em outro texto do vídeo, que foi apresentado pelo PSD a jornalistas nesta quarta-feira.

Elaborado por Felipe Soutello, marqueteiro que costuma fazer trabalhos para o PSD, a propaganda terá 10 minutos de duração. Desse total, o ministro da Fazenda falará por cerca de 8 minutos. Além dele, falam rapidamente no vídeo Alda Marco Antonio, ex-vice-prefeita de São Paulo e coordenadora nacional do PSD Mulher, e pessoas comuns, que darão declarações sobre a percepção sobre a economia brasileira.

Na propaganda, Meirelles faz defesa do governo do presidente Michel Temer, embora não tenha mencionado o nome do presidente. Ele ressaltou melhoras nos indicadores econômicos do País, como controle da inflação, juros menores, comida “mais barata” e diminuição do desemprego. “O rumo está correto e não podemos desviar o trilho. Ainda não deu para todo mundo perceber, mas a direção é de crescimento do Brasil”, dirá o ministro.

O ministro também faz uma defesa das reformas. Segundo ele, o governo “tido coragem para fazer reformas fundamentais para retomada do crescimento e do emprego”. “As reformas só dependem de um grande e poderoso reencontro dos milhões de brasileiros, que são maioria e não estão nos extremos ideológicos. Um reencontro para buscar um amanhã diferente”, afirmará Meirelles.

A propaganda também apresentará um pequeno resumo do currículo do ministro. O vídeo ressalta que Meirelles estudou em escola pública, formou-se em engenharia e se especializou em economia. A peça tenta passar uma imagem de que o ministro é trabalhador. “Sou um homem que acredita no diálogo. Durmo pouco e trabalho muito. Gosto de trabalhar”, dirá o ministro, que aparece no vídeo vestido apenas de camisa social, sem terno.

Meirelles dirá ainda que o foco de seu trabalho é “combater privilégios”, aumentar emprego e distribuir renda. “Dizer que as coisas estão ótimas é faltar com o respeito com aqueles que ainda estão sem emprego. (…) Sempre dá para melhorar mais”, disse. “Sem arrumar a economia, não se arruma a saúde nem a educação, muito menos a segurança. Por isso, é importante o governo gastar melhor, para investir em mais polícia e mais equipamentos”, afirmará em outro trecho.

Interesse. Meirelles tem admitido interesse em disputar a Presidência da República em 2018, mas diz que só decidirá sobre a candidatura no final de março, prazo final exigido pela legislação eleitoral para que ministros que disputarão as eleições de outubro se desincompatibilizem do cargo. O ministro, porém, já vez se mobilizando para viabilizar a candidatura.

Como mostrou o Estadão/Broadcast, ele repaginou suas redes sociais, contratou equipe de filmagem para registrar suas atividade, além de dar mais entrevistas. Em uma atitude inusitada, Meirelles convocou coletiva de imprensa para esta quinta-feira na sede nacional do PSD em Brasília. Segundo o partido, o ministro falará sobre temas variados, principalmente sobre política. A entrevista ocorrerá na hora do almoço para “não haver conflito de interesse”.

Na tentativa de fugir do rótulo de candidato do mercado, Meirelles começou a fazer inflexão no discurso. Ele prepara uma plataforma eleitoral para tentar traduzir a melhoria dos indicadores econômicos em benefício à população mais pobre. Em café da manhã com jornalistas ontem, o ministro acenou com reajuste dos benefícios do Bolsa Família e a correção da tabela do Imposto de Renda de Pessoas Físicas (IRPF) em 2018, ano eleitoral.

9 Comentários

  1. Sergio Silvestre Reply

    Esse Meireles é um mentiroso,a arrecadação cresce todo ano,o Problema é que esse Sr ganha mais de 4 milhões por mes quando era do conselho da JBS e agora não encontra campo no seu ministério para roubar mais que isso.

  2. Jose Nascimento Reply

    E muito cara de pau…. Esse governo é o mesmo, trocou apenas uma mulher, por uma quadrilha que rouba o Brasil desde 1990, e se apresenta como um novo governo? e acha que cola….SÓ QUEM ACREDITA É A IMPRENSA CHAPA BRANCA.

  3. Velho Gagá, imoral e pilantra qual é a sua história para apontar o dedo para alguém.

  4. Todo mundo sabe que o PT foi o responsável pela maior roubalheira e quebradeira da economia do Brasil. menos os imbecis de carteirinha acima.
    Calhordas que acreditam nesse LIXO chamado LULA DA SILVA, o CÂNCER DO BRASIL.

  5. CAÇADOR DE VERMES PETISTAS. Reply

    Calma Petezada. guardem os lençóis pra chorar no dia 24 de janeiro, data esta em que o câncer do Brasil vai ter sua condenação confirmada e sua pena aumentada.

    PORCOS PETISTAS.

  6. Do Interior.... Reply

    A petezada acima saiu do armário e ficaram nervosinhas …kkkk

    Só porque o cara falou a verdade?

    LuLLa, o pior governo do Brasil. O pior partido. O governo que governou para os ricos e com o TEmer. Lembrando quem quem votou no TEmer foi quem votou no PT!

  7. QUESTIONADOR Reply

    -O Brasil está quebrado desde a morte do Tancredo Neves e posse do José Sarney em um ato lamentável do general Leônidas Pires Gonçalves que garantiu a posse do vice-presidente…
    -Desde então o País voltou à “demôniocracia” nas mãos do PMDB e continua sendo o partido com mais poder dentro do quadro político brasileiro.
    -O PT hoje está sendo considerado um partido que quebrou o País, mas existem outros por aí que não deixam de mamar nas tetas do governo.
    -Aproveito para tecer uma comparação entre o Imperador Dom Pedro II e os atuais e recentes presidentes brasileiros(Sarney, Collor, Itamar, FHC, Lula, Dilma e por último Temer), qual deles pode-se comparar à figura do Imperador ???
    -Dom Pedro II foi um monarca injustiçado pela grande mídia controlada pelos grandes capitais para desconstruir a figura do Império/Monarquia de forma mais abjeta possível….
    -Prefiro mil vezes a figura da Rainha Elizabeth do que os figurões que mandam de Bruxelas em nome da União Européia!!!

  8. ME PARECE QUE O PT QUEBROU O PAIS, MAS COM A CONIVÊNCIA DO PMDB,
    COMO EU SEMPRE DIGO, ERA UMA QUADRILHA (BRIGARAM) E AGORA SÃO DUAS QUADRILHAS.

Comente