Uncategorized

Meirelles quer ajuste automático de gastos

Um dia depois de parlamentares da base aliada anunciarem que negociam com o governo um projeto para flexibilizar a chamada regra de ouro — que busca evitar que o governo se endivide para pagar despesas correntes, como pessoal — o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, defendeu uma proposta diferente. Em entrevista ao GLOBO, ele afirmou que o ideal não seria suspender temporariamente o cumprimento da norma, como sugere o Congresso, mas criar um mecanismo automático de correção quando as operações de crédito da União superarem as despesas com investimentos. As informações são d’O Globo.

1 Comentário

Comente