Uncategorized

As viagens dos senadores

Em 2017 os senadores do Paraná viajaram bastante. A cota para exercício da atividade parlamentar é coisa independente de viagens oficiais (que têm outros recursos). Veja o tanto de verba utilizada pelos senadores do Paraná.
Álvaro Dias: Locomoção, hospedagem, alimentação e combustíveis: R$ 507,50 / Passagens aéreas, aquáticas e terrestres: R$ 116.177,22 / Total: R$ 116.684,72
Gleisi Hoffmann: Locomoção, hospedagem, alimentação e combustíveis: R$ 71.987,32 / Passagens aéreas, aquáticas e terrestres: R$ 157.565, 08 / Total: R$ 229.552,40
Roberto Requião: Locomoção, hospedagem, alimentação e combustíveis: R$ 57.078,52 / Passagens aéreas, aquáticas e terrestres: R$ 114.701,86 / Total: R$ 171.780,38

6 Comentários

  1. Estas são as cotas apenas dos tres senadores. E o custo Brasil !?
    Tá na cara que falta dinheiro para tudo neste país…

  2. A pilantra do pt gastando ( torrando ) nosso dinheiro para difamar o país. a besta do pmdb tambem torrando o nosso dinheiro pra ficar falando merda por onde passa e o bunitim que vive a trocar de partido ( conveniencia ) também jogando o nosso dinheiro fora. Esse é o Brasil

  3. POR ISSO QUE NUNCA RENOVA O CONGRESSO NACIONAL, ÁS ASSEMBLEIAS, E AS CAMARAS MUNICIPAIS NO BRASIL.
    FAZEM CAMPANHAS SÓRDIDA, COMPRANDO E CORROMPENDO ELEITORES COM O DINHEIRO DO CONTRIBUINTE! ISSO SÓ PROVA QUE O MODELO ATUAL ESTÁ PROSTITUIDO FAZ TEMPO!

  4. Se esse é o custo/ benefício, fica claro que é mais custo que benefício.
    Nascemos para pagar impostos, sustentar um congresso inchado, ineficiente, gastador e corporativista.

  5. Tudo que nós brasileiros estamos passando há alguns anos são
    culpas exclusivas deste bando de políticos que “habitam” o nosso
    país. Divide a culpa com os imbecis que os elegeram. Colocaram
    um bando de raposas felpudas no galinheiro e depois querem que
    sobre algumas galinhas !?

  6. Uma conclusão: O Álvaro só se aproveita das passagens. Requião e Gleisi também aproveitam pra colocar qualquer gasto nas costas do povo!

Comente