Uncategorized

Doação de órgãos bate novos recordes no Paraná

O ano de 2017 foi de recordes no Estado para os transplantes de rins (482), fígado (265) e coração (39). Devido a um conjunto de ações para favorecer este tipo de procedimento, o Paraná se mantém como segundo Estado com melhor desempenho do país na área de doação, de acordo com a Associação Brasileira de Transplantes de Órgãos.

Na comparação com 2016, o Estado teve um crescimento de 12,5%, passando de 718 para 808 transplantes de doadores mortos realizados. Se comparado com o ano de 2010, quando houve 184 procedimentos no Paraná, o aumento e chega a 340%. De acordo com a coordenadora do Sistema Estadual de Transplantes (SET), Arlene Badoch, esses aumentos só foram possíveis graças a um conjunto de fatores.

Comente