Uncategorized

Defesa de Lula gasta
seus últimos recursos

Ricardo Noblat

Chicana jurídica tem vários significados. Pode ser uma “dificuldade criada, no decorrer de um processo judicial, pela apresentação de um argumento com base em um detalhe ou ponto irrelevante”. Ou “abuso dos recursos, sutilezas e formalidades da justiça”. Ou ainda numa acepção mais dura, “contestação feita de má-fé, manobra capciosa, trapaça, tramoia”.

Escolha o significado que preferir – ou despreze todos – para classificar a mais recente petição encaminhada pela defesa de Lula ao desembargador João Pedro Gebran Neto, relator dos processos da Lava Jato no Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF4), A 24 dias da data do julgamento de Lula naquele tribunal, a defesa pede para que ele seja ouvido novamente.

Alega que o interrogatório de Lula pelo juiz Sérgio Moro, no dia 10 de maio de 2017, ‘foi totalmente viciado’. Sustenta que Moro dirigiu a Lula ‘ perguntas estranhas ao processo’ e ‘não permitiu ao ex-presidente exercer o direito de autodefesa com plenitude’. Moro condenou Lula a nove anos e seis meses de prisão no caso do tríplex do Guarujá.

De barato, trata-se de uma manobra judicial da defesa “com base em um detalhe ou ponto irrelevante” do processo judicial. Afinal, Lula foi ouvido por mais de quatro horas. Respondeu ao que quis. Driblou o que lhe pareceu incômodo. E calou-se também quando quis. Moro tinha o direito de perguntar sobre o que quisesse. E foi o que fez.

É improvável que o desembargador Gebran Neto acate o pedido da defesa de Lula para que ele seja ouvido outra vez antes do julgamento do dia 28. Mas isso pouca importa aos advogados do ex-presidente. Importa criar fatos que reforcem a narrativa de que Lula está sendo perseguido, e que sua eventual condenação não passou de um ato político.

12 Comentários

  1. Essa justiça do Moro tem patrão e se ele não obedecer se ferra e ele sabe disso, por isso fez de tudo para Lula ficar inelegível, mas a tramoia não vai dar certo pois vai ter povão nas ruas e a cobra vai fumar.

  2. Daniel, o ateu atento Responder

    Ah, é, Rock?
    Poderia dizer-me quem seria o patrão do Moro?
    Explique-me, por favor.

  3. Daniel, o ateu atento Responder

    Ah, outra coisa, Rock.
    Andei assistindo alguns vídeos sobre a sua amada Cuba.
    Nossa,cara. Quanta coisa básica e trivial a gente não pode fazer por lá, não é? Coisas que a gente aqui nem encara como direito, mas como trivialidades da vida, lá são coisas proibidas.
    Inacreditável.
    Inacreditável ainda mais o pouco de alimento que eles podem consumir por meio das cadernetas de alimentação.
    Incrível a falta de variedade na alimentação!
    As pessoas só conseguem alimentar-se comprando no mercado negro!
    Cuba não tem terra suficiente para alimentar sua população?
    Tem sim. Não venha dizer que não tem, pois tem.
    Ou você vai dizer que o bloqueio dos malvados países capitalistas impede que Cuba cultive e crie seus alimentos?
    A educação só pode ser a educação doutrinária do (des)governo.
    Saúde? Só se for do governo.
    Fora outros detalhes nos quais eu não vou entrar aqui.
    Este é o país ideal para você?
    É uma vergonha alguém defender isto em são consciência.
    É uma imoralidade alguém defender isto.
    Pena que eu não guardei os links da maioria dos vídeos que assisti, mas olhem isso:

    https://www.youtube.com/watch?v=vJ80YjcxK7U
    https://www.youtube.com/watch?v=6OQQIxSJo54

  4. Daniel, o ateu atento Responder

    Sério que o país dos seus sonhos é esta BOSTA?
    Cara, você sonha pequeno.

  5. Daniel, o ateu atento Responder

    Rock:
    Sério que o país dos seus sonhos é esta BOSTA?
    Cara, você sonha pequeno.

  6. Daniel, o ateu atento Responder

    Errata
    Onde escrevi ‘É uma vergonha alguém defender isto em são consciência.’
    Leia-se: É uma vergonha alguém defender isto em sã consciência.’

  7. Daniel, o ateu atento Responder

    Ah, Rock:
    Dou minha mão à palmatória em um quesito…
    Uma coisa eu posso dizer: não há obesidade em Cuba.
    Não entre a população.
    É inacreditável, mas eu não vi uma só pessoa gorda entre a população.
    Talvez entre os líderes haja, mas na população normal, não há.
    Não que isso seja uma boa coisa.
    Só para deixar claro: não assisti a vídeos de refugiados que moram em outros países. Assisti a muitos vídeos filmados dentro de Cuba, filmando o cotidiano.
    É imoral e beira o criminoso defender algo assim.

  8. Daniel, o ateu atento Responder

    Então, meu caro Rock, faça o seguinte: saia do inferno brasileiro e vá morar no paraíso cubano.

  9. Se fosse futebol CHICANA JURIDICA poderia ser chamada de FAZER CERA.

    No tempo do Segundo Grau, e isso já faz uns 30 anos, meu professor dizia:
    – Vamos entregar a prova. Não adiante, se você não estudou ficar aí CHOCANDO A PROVA, para ver se o professor ou o colega lhe dá uma chance de resolver mais uma questão!

    E assim os advogados do Lula vão enrolando, enrolando, ganhando um tempinho aqui, outro tempinho alí,..

    Claramente visível, essa enrolação tem como objetivo protelar o processo e ganhar tempo.

    Para o
    ATEU ATENTO
    O patrão do Sergio Moro, pelo que ousso dizer, é a Rede Globo/ Fiesp a classe media alta brasileira.

    Mas eu não endosso essa resposta. Apenas estou te dizendo o que ousso os outros dizerem.

  10. E o que o Rock fala dos desembargadores nomeados pela Dilma que aumentaram a pena do Lula em Porto Alegre?
    Rock não é apenas ignorante;é de má fé.

  11. ESTAMOS DE OLHO Responder

    JA ENCHEU O SAQUINHO DE TODOS ESTE
    PILANTRA,A PROPOSITO ELE NAO ANDA POR AI
    FALANDO QUE NAO RECONHECE A CONDENAÇAO
    QUE RECEBEU,ENTAO VAI TOMAR NO C.. E PARA
    DE ENCHER O SACO.

Comente