Uncategorized

STF arquiva investigação contra Romário

A pedido da Procuradoria-Geral da República, o ministro do Supremo Tribunal Federal Alexandre Moraes arquivou uma investigação contra Romário. O inquérito apurava danos ambientais causados no Lago Paranoá pelo senador ao realizar reformas na mansão onde mora em Brasília. Ele mandou erguer um alambrado, construir um píer de madeira e alterar local de quadro de areia – era legalmente impedido de fazer isso, mas como a especialidade do baixinho sempre foi contornar este tipo de situação, chutou a bola e fez a obra mesmo assim.
As investigações concluíram que as intervenções provocaram impacto ambiental. Mas a regra não é clara, como não ficou configurado dano direto ou indireto a uma unidade de conservação, a PGR resolveu recuar.

(Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado)

Comente