Uncategorized

O inicio do fim do pedágio caro

A governadora Cida Borghetti notificou ontem as concessionárias de pedágio para que iniciem os processos de finalização dos contratos que se encerram em 2021. Num português claro: os contratos não serão renovados.

Cida explica que é uma medida de gestão. A comunicação antecipada vai permitir o encontro de contas e o levantamento do que foi feito e do que ainda precisa ser realizado. Ela quer deixar tudo certo para que a partir de 2021 novas empresas assumam e executem mais obras com uma tarifa 50 % mais baixa.

“O Paraná precisa avançar e, desde já, iniciar a elaboração de um novo modelo de concessão para promover a justiça tarifária com mais obras e redução das tarifas em 50%, em média”.

Cida também adianta que há três grupos de trabalho no Governo envolvidos com a concessão de rodovias. O primeiro com o foco no fim dos contratos, o segundo na nova delegação de rodovias federais que formam o Anel de Integração e o terceiro tem a tarefa de elaborar um novo modelo de concessão, com tarifas muito mais baixas e mais obras.

8 Comentários

  1. Camioneiro Agricola Responder

    Esta turma do rato não é fácil. Governadora sem compromisso com a safadeza é assim, resolve.

  2. Antes prometeu aplicar reajuste aos servidores. Não fez, está a pensar, mas para o TJ, TC e ALEP tem recurso.
    Para o TC tem recurso até para um Plano de Saúde TOP, pois eles ganham muito pouco , coitaqdos, estão a sofrer na fila do SUS.
    Agora vem com o PEDÁGIO, só falta dizer o que Requão afirmava no passado. ” Pedágio abaixa ou acaba”
    Começou a campanha, começa as promessas e depois cai no esquecimento.

  3. Professor Paulinho Responder

    Mais uma dando de Requião? Vai se catar governadora tampão, se os contratos são pra encerrar em 2021 as empresas só irão se manifestar com esta senhora, se for para fazer algum acerto ou acordo, caso contrário vão mandar ela se catar, já que seu cargo tampão acaba 31 de dezembro deste ano. Tentando ganhar votos com o fim de algo que não poderá cumprir, igualzinho o velho Requião.

Comente