Uncategorized

Alvaro Dias apoia redução de maioridade penal

BR18

O senador Alvaro Dias, pré-candidato à Presidência pelo Podemos, declarou-se favorável à redução da maioridade penal no País, em sabatina realizada pelo site O ABC da Notícia.

“Eu tenho uma posição que reflete a soberania popular”, diz Dias, no vídeo da sabatina, que ele compartilhou em sua página no Twitter, neste sábado, 30. “As pesquisas indicam que 93% dos brasileiros desejam a redução da maioridade penal.”

6 Comentários

  1. Xeroque Rolmes Responder

    — SE REDUZIR A MAIORIDADE PENAL PRA 16 ANOS, O TRÁFICO SAIRÁ BASTANTE BENEFICIADO, PORQUE ELES IRÃO RECRUTAR COMO MULINHAS AS CRIANÇAS DE 1 ANOS PRA BAIXO

    — COMO FUNCIONA A CABEÇA DE UM CONDENADO: A PESSOA COMETE UM CRIME AOS 16, VAI PRESA COM 18, SAI DA CADEIA AOS 30, ESSA PESSOA NEM VAI QUERER SE RECUPERAR, ELA JÁ ESTÁ COM A VIDA TODA FODIDA MESMO, É AÍ QUE ESSA PESSOA SAIRÁ PHD NO CRIME E VAI MATAR E ESTUPRAR PRA VALER

    — ESSE POPULISMO DE DIREITA VAI LEVAR O BRASIL PRA UM POÇO SEM FUNDO

  2. É tema complicado e até controverso, mas em país que é dado o direito de menores a votarem e até protestarem, e como são posturas que podem levar a erros e acertos fundamentais para o país e a todos os cidadãos, parece ser justo, se seriam pessoas aptas e conscientes para tal, parece que seriam também para assumir as responsabilidades de seus atos e ou danos, as leis e a constituição e os estatutos específicos e ou os usarem como escudo.

  3. Eita, todo mundo agora imitando Bolsonaro, enfim, o Capitão nem ganhou ainda e já está mudando o Brasil!

  4. Ótimo, todas as oessoas que estão sujeitas a violência e não dispõe de carros blindados, segurança particular e todo aparato que senadores tem, apoiam essa mudança. Inclusive qualquer tentativa de conter a violência que assola o país. Somente me intriga porque o ilustre senador não tomou nenhuma providência neste sentido nos últimos 24 anos que esteve sentado na poltrona do Senado? Ou qualquer outra que nos proporcionasse alguma segurança.
    Por falar nisso, fica uma pergunta aos atuais candidatos à reeleição, Requião e Alvaro, podem relacionar os seus projetos e votos nesta última legislatura? Fica a sugestão.

Comente