Uncategorized

PCdoB ignora Manuela D’Ávila

A vida não está fácil para Manuela D’Ávila, primeiro foi criticada pelos irmãos de esquerda do Psol por ter aceitado convite para conversar com o general Villas Boas; depois começou o ruído dentro do PT para que ela fosse vice do poste de Lula (os petistas, em coro, gritam barbaridades sobre vices: não têm votos, não representam a democracia, não são legítimos etc.). Agora, para jogar a pá de cal na candidatura da moça, o PCdoB anunciou que vai usar os 30,5 milhões de reais que tem do Fundo Partidário com “prioridade”, apenas, à candidatura do governador Flávio Dino (PCdoB) a um novo mandato no Maranhão. E tem mais, o PCdoB quer se concentrar no Legislativo, para aumentar a bancada que hoje conta com dez deputados.
O máximo de esforço que a sigla faz para eleição presidencial é a tentativa de unir PT, PDT, PSOL e PSB numa chapa única de esquerda com o PCdoB; que considera a única via para a esquerda brasileira, assim os comunistas manteriam D’Ávila na disputa.

(Foto: Ricardo Moraes/Reuters)

Comente