Uncategorized

Pedido de impugnação do vice de Bolsonaro

O ex-deputado estadual Jair Andreoni (PRTB-SP) promete pedir a impugnação do general Mourão como vice do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL), informa a Coluna do Estadão. Para ele, a ata que homologa o militar é inválida porque não traz sua candidatura ao Senado.
A candidatura de Andreoni ao Senado foi aprovada na convenção estadual do PRTB. Mas ele foi rifado na convenção nacional, que decidiu apoiar o presidenciável do PSL. O acordo entre os dois partidos privilegia a campanha do deputado federal Major Olímpio (PSL) ao Senado.

À Coluna, Andreoni contou como soube que não seria mais candidato. “Quando cheguei na convenção nacional estavam na mesa o Major Olímpio e o Levy Fidelix. O Levy pediu que eu fosse para a convenção 15 horas, mas decidir ir mais cedo e me deparei com a cena. Foi quando Levy me disse que abririam mão da minha candidatura.”

O agora ex-candidato ao Senado diz que se considerou traído. “É uma super traição. Eu sou companheiro do partido. Tenho 68 anos. Do general Mourão eu não tenho o que falar. Eles estão fazendo o jogo com uma pessoa baixa (Bolsonaro). Eu estava fora da política, decidi voltar porque o Brasil precisa da gente. Vão tentar me expulsar, mas eu vou entrar com o pedido de impugnação”, disse.

2 Comentários

  1. Andreoni é um zero a esquerda, não teria chance alguma ao Senado, o partido decide ou NÂO dar a vaga, ele iria fazer campanha CONTRA Jair e foi ABORTADO! Sifu, simples assim! Bolsonaro Presidente eleito no 1 Turno!

  2. Estao com medo.

    Bolsonaro 2018 vamos limpar o BRASIL,

    Desse povo q so quer roubar o BRASIL.

Comente