Uncategorized

Cida não sanciona reajuste;
projeto volta à Assembleia

A governadora Cida Borghetti (PP) não vai sancionar o reajuste de 2,76%concedido aos servidores da Assembleia Legislativa, do Tribunal de Justiça, do Ministério Público, do Tribunal de Contas e da Defensoria Pública do Paraná. Com isso, o texto que foi aprovado pelos deputados após a derrubada dos vetos do governo volta à Assembleia e para virar lei deve ser promulgado pelo presidente da Casa, Ademar Traiano (PSDB). As informações são de João Frey na Gazeta do Povo.

A avaliação do governo é que já que os deputados optaram por derrubar os vetos para conceder reajuste, que assumam a responsabilidade de promulgar a lei. Com isso, o governo tenta jogar para a Assembleia o ônus político e fiscal da medida.

Ao mesmo tempo em que os deputados ficaram bem com os servidores que receberão o reajuste, se indispuseram com a maior parte dos funcionários públicos estaduais, que estão ligados ao Poder Executivo e não têm o salário reajustado desde 2016. A defasagem já passa de 10%.

10 Comentários

  1. A última reposição da inflação para os servidores do EXECUTIVO(Professores, Policiais, Pessoal da Saúde e etc) foi em 2015, achatar esses servidores essenciais, é achatar a POPULAÇÃO em geral, mas principalmente o POBRE, que depende de escola pública, serviço de saúde público e etc etc, há muita gordura, supérfluos da maquina pública Estadual para cortar e poder manter o investimento e manter as condições dignas de trabalho e renda dos servidores públicos do Estado.

  2. A última reposição da inflação para os servidores do EXECUTIVO(Professores, Policiais, Pessoal da Saúde e etc) foi em 2015, achatar esses servidores essenciais, é achatar a POPULAÇÃO em geral, mas principalmente o POBRE, que depende de escola pública, serviço de saúde público e etc etc, há muita gordura, supérfluos da maquina pública Estadual para cortar e poder manter o investimento e manter as condições dignas de trabalho e renda dos servidores públicos do Estado.

  3. Parabéns, Governadora!
    Infelizmente, muitos aproveitam do momento “campanha eleitoral” para tirar proveito da situação, dizer que tem dado apoio ao projeto, e que na realidade não há, sem pensar nas consequências que isso possa trazer no futuro. Parece que não percebem que agora não é o momento para reajustes, meu Deus do céu!!! Às vezes não consigo entender essas pessoas que dizem estar na casa de leis a nos representar. Tudo tem o seu tempo, e no momento certo, creio eu, que haverá o reajuste no salário que tanto esperam.

  4. O Estado que se F….ou seja, nós contribuintes.
    Ou vão achar que os deputados tão se lixando.
    O importante é se eleger.
    Agora, já que tem aumento, que seja para todos. Justiça se faça

  5. Eleitor de boa memoria Responder

    Muito bem senhora Governadora, mostrou coerência e pulso firme, assim que se faz. se continuar assim acabara me convencendo a votar na Senhora

  6. eleitor quer saber Responder

    Cadê as provas …

    Mas, até agora a governadora Cida não provou e nem comprovou que não pode conceder a reposição salarial para o funcionalismo do Poder Executivo (jan/2016 a jul/2018: defasagem de 13,77%), num índice de 2,76% (ipca/ibge: mai/2017 a abri/2018), igual ao demais poderes e setores.

    Na última apresentação na Alep-PR o pessoal da SEFA mostrou que o Paraná gasta menos que 49% com pessoal, limite máximo da LRF.

    Agora, se não fosse ano leitoral já teria concedido, pois em campanha eleitoral, procura criar polêmicas e “factóides”, visando permanecer em voga na mídia.

    Data base / revisão anual é dever constitucional e legal !
    .

  7. Tonta…vai ser aprovado e vc não terá os votos dos funcionarios publicos, ponto pro Ratinho.

  8. Vicente Paulo Ferreira Gonçalv Responder

    Vamos nos lembrar desses deputados agora nas urnas em outubro. Sacanagem, aprovar aumento para as classes que já ganham bem e deixar as outras classes de fora. Não terão meu voto é demais pessoas que eu puder falar o que estão fazendo conosco.

Comente