Uncategorized

Toffoli nega informações de ação de Gleisi à Lava Jato

Dias Toffoli, o manda-chuva do STF, disse não ao pedido da Procuradoria-geral da República para compartilhar com a força-tarefa da Lava Jato em Curitiba informações sobre aquela ação em que Gleisi Hoffmann foi absolvida (ela e Paulo Bernardo, o marido, foram acusados de lavagem de dinheiro e corrupção passiva por receber R$ 1 milhão desviado da Petrobras para campanha de Gleisi ao Senado em 2014).
A PGR queria o compartilhamento das informações para usar dados em outro inquérito que rola no Paraná. Toffoli disse que se a petista foi absolvida, os dados seriam inúteis e negou: AAssentada a imprestabilidade do conjunto probatório trazido aos autos, já que, repito, consubstanciou-se em declarações de colaboradores e elementos indiciários que não podem ser considerados elementos externo de corroboração, mostra-se completamente inútil o seu compartilhamento, como ora pleiteado”.

(Foto: SŽrgio Lima/PODER 360/Reprodução)

3 Comentários

  1. Antonio de Oliveira Responder

    E já está dando resultado o que foi orquestrado há algum tempo pelos “vermelhos”,, em colocar este “cidadão” (que não conseguiu passar em concursos), no STF (pela porta dos fundos). O Lula, de “férias” em Curitiba, tá rindo à toa”. Acorda Brasil!.

Comente