Uncategorized

Chik Jeitoso diz que prisão viola seu direito à livre expressão

da Banda B

O Bruxo Chik Jeitoso, que teve a prisão decretada pela 4ª Vara Criminal de Curitiba, se entregou à Justiça na tarde desta sexta-feira (21). Ele é acusado de descumprir medidas cautelares que o impediam de manter contato e publicar qualquer tipo de manifestação contra o candidato ao Governo do Paraná, Ratinho Junior (PSD), e o pai dele, o apresentador Ratinho.

Em nota, Jeitoso afirma que apenas continuou a cumprir com seu “inabalável compromisso com os ideais democráticos fundantes de nossa nação”. “Diante disso, a defesa de Luiz Antônio Ferreira Pereira considera o decreto de sua prisão uma evidente tentativa de fazer calar personagem público conhecido por divulgar notícias a respeito da classe política paranaense em tempos de eleição, o que, além de violar seu direito à livre expressão quanto a pessoas que se prestam a concorrer a cargos eletivos estatais, parece consistir, inclusive, em verdadeira afronta aos princípios democráticos regentes de nosso país”, informou a defesa.

Jeitoso se entregou na Secretaria da 4ª Vara Criminal de Curitiba.

Decisão

O juiz Pedro Luis Sanson Corat atendeu pedido de Ratinho Júnior ao decretar a prisão. Para Corat, o retorno das publicações em suas redes sociais são “evidente descaso para com seu compromisso perante o Juízo, não havendo outra medida cautelar mais adequada ao caso concreto do que a prisão preventiva, de modo a fazer estancar a prática delituosa e a desobediência à decisão judicial”.

4 Comentários

  1. Este, como o cara que esfaqueou Bolsonaro, é louco e está sendo usado por adversários.

  2. Boçal…nunca acertou em nada…alias, alguém pode me dizer qual a profissão desse indivíduo

  3. Será que ele previu a própria prisão sic! Esse camarada quer ser de todo jeito uma parte do folclore de Curitiba.

  4. Kkkkk
    Mas uma coisa não podemos negar.
    Se fosse qualquer outro cara rico, que fizesse as mesmas afirmações, talvez não teríamos uma providência similar. Kkkk
    Se fosse um filho de desembargador??
    Cliente do sistema não tem chance! RS. Triste realidade, embora merecida se descumpriu a medida.

Comente