Uncategorized

Votaram contra o fundão, mas não abrem mão do recurso

Ano passado, quando a Câmara dos Deputados tratava da criação do fundão eleitoral, a maioria da bancada do Paraná votou contra a nova geringonça. Das 30 excelências paranaenses, 17 acharam que esse recurso não tinha que existir, e das 17, 15 não abrem mão da verba.
A jornalista Catarina Scortecci fez um levantamento sobre quem votou contra a criação e hoje usa a grana.
– Christiane Yared: R$ 2,4 milhões;
– Luiz Nishimori: R$ 2 milhões;
– Giacobo: R$ 2 milhões;
– Sérgio Souza: R$ 1,5 milhão;
– Rubens Bueno: R$ 1.168.128,11;
– Alex Canziani: R$ 1.150.000,00;
– Alfredo Kiefer: R$ 1.027.550,00;
– Aliel Machado: R$ 1,3 milhão;
– Leopoldo Meyer: R$ 1,3 milhão;
– Leandre: R$ 1,1 milhão;
– Sandro Alex: R$ 1.050.000,00;
– Takayama: R$ 1 milhão;
– Diego Garcia: R$ 500 mil;
– Hauly: R$ 500 mil;
– Toninho Wandscheer: R$ 15 mil.

6 Comentários

  1. espelho espelho meu Responder

    Uma coisa é votar para que a lei não seja criada. Outra coisa, é, depois de a lei estar vigente, agir conforme a lei.

    Não acho que nenhum dos mencionados acima esteja errado.

  2. Mas nem mesmo o partido quer que a Yared abra mão. Sendo ela a mais votada, é de interesse dos próprios colegas de coligação que ela tenha mais recursos. Nas proporcionais ela leva muita gente junto, como o Tiririca fez.
    Não se trata de uma escolha isso. Se trata da estratégia da chapa em investir naquele que tem mais chance de carregar outros que tem menos votos.

  3. Canalhas, todos eles! Especialmente, canalhas, aqueles que eventualmente forem ligados a Igrejas, à Maçonaria, dentre outras Instituições, e que pregam a decência e a moralidade. Não se admite mais o farisaísmo e o engano.

  4. Essa Yared VOTAVA sempre contra o Paraná na Liberação de Recursos pelo simples fato de não gostar do Beto Richa. Ela o requião e a Gleisi nunca ajudaram o Paraná nas Votações. Lastimável, NUNCA terão meu Voto!

Comente