Uncategorized

Paulo Paim, a voz solitária da autocrítica petista

Radar,
O senador reeleito Paulo Paim é uma voz solitária no PT.
Em discurso no Plenário do Senado, ele disse esperar que “todos façam uma autocrítica mediante o quadro que se apresenta”.
A grande renovação no Senado preocupa as figuras mais antigas: “Os partidos políticos e os homens públicos têm que fazer uma reflexão sobre isso que aconteceu”, disse.

(Foto: Pedro França/Agência Senado)

4 Comentários

  1. Este é um petista “light”. Sempre jogou para a torcida, cultivando a imagem de “legalzinho”. Mas. procurem um posicionamento mais contundente dele. Nunca houve. Defensor dos aposentados: o que ele conseguiu mesmo para a classe? Onde estava quando seus amigos Paulinho e Narizinho tungaram os ditos cujos? Mas engana bem. Assim como o Suplicy, que opta por se fazer de senil, tornando-se imputável. Na essência, esta sempre o corrupto sapo barbudo presidiário.

  2. Cláudio dos Santos Reply

    Tendo em vista que a Reforma da Previdência será analisada, temos que lembrar que a Desaposentação foi tratada pelo STF com descaso e defendendo os interesses do Governo Federal em virtude da Previdência não ter recursos para atender mais de 300.000 processos. Agora como muitos assuntos serão tratados, porque a DESAPOSENTAÇÃO TIA nem sequer foi incluída para discussão. Ex.: Aposentei-me com 37 anos de contribuição e por estar em cargo estratégico no Banco, atendendo todas as metas impostas pelo mesmo, continuei trabalhando e recolhendo ao INSS. A pergunta que quero fazer a Previdência – INSS , NÃO recebi de volta essas contribuições e não houve um recálculo do meu BENEFÍCIO previdenciário. NÃO está correto, é INCONSTITUCIONAL, já enviei e-mail ao Senador Paulo Paim, e fui informado que estava na comissão que trata o assunto, na responsabilidade no Ex-Senador Romero Jucá.
    GENTE vamos erguer essa Bandeira e requerer que paguem o que é de Direito, estamos pedindo o que é nosso.

Comente