Uncategorized

Cezar Silvestri morre em Curitiba

Ele foi chefe da Casa Civil, secretário de Desenvolvimento Urbano e presidente da Agepar nos governos de Beto Richa, além de pai do prefeito de Guarapuava e marido da deputada estadual Cristina Silvestri.

da Gazeta do Povo

O ex-secretário estadual Cezar Silvestri foi encontrado morto na rua Martim Afonso, em Curitiba, na madrugada deste domingo (21). A polícia trabalha com a hipótese de suicídio, a partir da queda do 22.º andar do prédio. O corpo foi levado para o Instituto Médico Legal de Curitiba e já foi liberado.

Cezar Augusto Carollo Silvestri nasceu em Guarapuava, tinha 64 anos e foi chefe de Casa Civil e secretário de Desenvolvimento Urbano na gestão Beto Richa (PSDB) e também presidente da Agência Reguladora de Serviços Delegados do Paraná (Agepar), além de ter exercido mandatos de deputado estadual e federal. Era pai do atual prefeito de Guarapuava, Cezar Silvestri Filho, e marido da deputada estadual eleita Cristina Silvestri.

O corpo de Silvestri será velado na prefeitura de Guarapuava, para onde será levado ainda neste domingo. Ainda não há informações sobre o horário e local de sepultamento.

Trajetória

Silvestri era formado em Engenharia Civil pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), em 1977. No ano seguinte, integrou os quadros de engenheiros do Departamento de Estadas de Rodagem do Paraná (DER-PR), do qual chegou a ser chefe do escritório regional de Guarapuava.

Ele entrou para a vida pública em 1988, quando foi eleito vice-prefeito de Guarapuava. Foi eleito três vezes consecutivas (em 1990, 1994 e 1998) deputado estadual do Paraná. Na Assembleia Legislativa do estado (Alep), presidiu as comissões de Orçamento; e de Obras Públicas, Transporte e Comunicações.

Em 2002, Silvestri foi eleito deputado federal pelo Paraná, cargo para o qual foi reeleito nas duas eleições seguintes (de 2006 e 2010). Na Câmara Federal, chegou a ser apontado como um dos cem parlamentares mais influentes do Congresso, pelo Departamento Intersindical de Análise Parlamentar (Diap).

Silvestri voltou ao Paraná em 2011, onde assumiu a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano (Sedu), na gestão de Richa. Em 2013, passou a ser secretário de Governo e, em seguida, secretário-chefe da Casa Civil. Em 2015, foi indicado à presidência da Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Infraestrutura do Paraná (Agepar), último cargo público que ocupou.

7 Comentários

  1. O maior político da história de Guarapuava e região, do centro hemodinâmica, UTFPR, Unicentro dentre tantas… Meu ídolo, meu amigo , meu segundo Pai. O Céu está de braços abertos a você…

  2. Se fosse a mulher dele que tivesse morrido, ele já estaria na cadeia. Lamentável uma morte destas. Espero que a imprensa dê a mesma importância que daria, em igualdade de direitos e deveres, se o mesmo fato fosse com uma mulher.
    Se queremos que a igualdade seja realmente efetivada, não podemos tratar pessoas com base em posições ideologicas.
    Quando a esposa cai do apartamento é feminicidio e o cara fica preso com uma denúncia genérica sem materialidade comprovada de homicidio doloso. Mas quando o homem morre ao cair é suicídio?? Mundo desigual com operadores do sistema contaminados por viés ideológico de gênero e sem humildade de admitir qualquer precipitação. Sempre o “nós contra eles”.

  3. Justino Fonseca Reply

    Vai deixar saudades, pessoa que ajudou muito
    os centros de formação de condutores do Paraná.

  4. SERGIO SILVESTRE Reply

    Aline,tá falando merda,tá na cara que ninguem jogou o Xará do preio,isso deve ser a tensão de tudo que aconteceu no Paraná,e olhe que pode vir mais suicidios por ai.

  5. Como comparar uma coisa com outra? Apenas porque são de Guarapuava? Existem indícios de outra hipótese para esta tragédia? Não tem nada de desigualdade de tratamento por ser homem e mulher. Aguardemos um pronunciamento da família após as despedidas finais. Somente ela saberá dizer o que aconteceu. Até lá são apenas elocubrações. Que foi um grande político e ser humano ninguém questiona.

  6. Comunista verde amarelo Reply

    Cala a boca vermelha, comunista “aline”! Isso é dircursinho idiota de petêlhos.

  7. É lamentável sempre uma morte brutal, cair, pular ou ser jogado tanto faz. Mas o que fica no ar é a motivação de tal morte, pesquisando verifica-se que o ultimo cargo exercido pelo .sr, Silvestri, foi que chefe de fiscalização dos pedágios e serviços públicos do Estado do Paraná, nomeado pelo Sr. Beto Richa. Aiaiaiaiai

Comente