Uncategorized

Militares pedem reajuste em troca da reforma da Previdência

A cúpula das Forças Armadas se reuniu com Jair Bolsonaro e Paulo Guedes para entregar a proposta de reajuste dos salários dos generais em troca da aprovação da reforma da Previdência dos militares.
A conversa foi no velho toma-lá-da-cá: eles aprovarão mudanças na Previdência dos militares, se for feito o reajuste nos salários dos generais – querem equiparação ao salário dos ministros do Supremo.
Dá uma olhadinha nos itens da reforma dos militares: aumento do tempo de contribuição de 30 para 35 anos, idade mínima de 55 anos para homens e mulheres se aposentarem e pagamento de contribuição previdenciária por cabos, soldados, pensionistas e alunos das escolas de formação das forças militares.

(Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)

6 Comentários

  1. Vocês que votaram nele, ajudem o cara, afinal ele será o piloto nos próximos 20 anos ou mais…

  2. Cleitonmendonca Responder

    Estamos entre o espeto e brasa ! Imagine o caus de tanto mendigo no futuro, falo dos mais vulneráveis.

  3. SERGIO SILVESTRE Responder

    Pois é,é aquele piloto incidental que assume o avião sem saber o que é coordenadas e nunca viu um painel.Estamos fudidos.

  4. KKK eu também quero reajuste, este ano o presidento Dilmo me deu calote, não tive nenhum centavo de reajuste, até de plano médico precisei mudar por causa disto. Se o capitão começar a abrir exceções a coisa nem começou e já dá maus prenúncios.

  5. Vamos ver se o capitão vai fazer uma reforma técnica. Nada de toma lá dá cá. Tem que peitar os generais. Na sequencia do governo Bolsonaro… Partido NOVO.

Comente