Uncategorized

Requião e a ‘Lei Onyx Lorenzoni’

Arrependimento, confissão e pedido de perdão público serão requisitos para o perdão judicial segundo projeto de lei apresentado por Requião. A proposta foi apelidada de “Lei Onyx Lorenzoni” e é uma clara ironia à fala de Sérgio Moro, que minimizou o fato de o deputado ter admitido que recebeu R$ 100 mil de caixa 2, da JBS para campanha, declarando que admira Lorenzoni e, quanto aos seus erros, disse que “admitiu os seus erros, pediu desculpas e tomou as providências para repará-lo”.
“Não é possível que o Senado ignore o ridículo dessa declaração e o absurdo desse perdão estendido ao Onyx. Que seja estendido, então, a todos!” — afirmou Requião em Plenário.
A proposta, que altera a Lei das Organizações Criminosas (Lei 12.850, de 2013), estabelece três requisitos para a concessão do perdão: demonstrar arrependimento; confessar a prática do crime; e apresentar pedido público de perdão e de dispensa da pena. O projeto determina ainda que, caso o réu seja nomeado para o cargo de ministro de estado, o juiz determinará de ofício o perdão judicial, desde que cumpridas as três condições.
Segundo Requião, a proposta, que está tramitando na Comissão de Constituição e Justiça do Senado, foi apresentada para expor as contradições que já se apresentam ao futuro governo. “Quero que o Senado reaja. Seus aliados vão ter que admitir que ele [Moro] pode agir assim ou que ele não pode perdoar ninguém. Isso vai mostrar que ele não é um juiz, mas um militante desse tipo de governo. Coloquei o guizo no pescoço do gato”.

(Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado)

9 Comentários

  1. KKK finalmente Maria Louca acordou, passou oito anos só mamando e bebendo deitado. Depois que caiu da cama, ou do cavalo a que ele é tão afeito, resolveu trabalhar. O que o velhote tem feito ultimamente não fez o mandato inteiro, nem durante a campanha fez tantas declarações tão enfáticas, mas nada disto vai trazer-lhe de volta o poder perdido. A inveja deve estar corroendo as entranha de Maria Louca,

  2. Requião és uma piada já sem graça nem uma. Os paranaenses já te colocaram no seu devido lugar. Vista um pijama de bolinha e vá pra merda seu troglodita sem vergonha. E toma cuidado que agora sem forum podes ir junto do teu bandido de estimação e idolo. Velho babaca.

  3. NÃO VOTE EM QUEM JÁ FOI Responder

    O senhor Roberto Requião pertence ao passado político do Paraná. Que Deus o tenha.

  4. eu acho que depois dessa o comedor de mamonas quando muito pode arranjar um servicinho no gabinete do filho e se jogar candidato a prefeito de curitiba isso se ele conseguir ficar no mdb velho de guerra quanto a visitar o lula aos poucos ele vai largar de maõ afinal ele ja esta bem vividinho pra continuar comendo mamona kkkkk

  5. Apresentar projetos, sob condição de mandatário do povo e representando o estado do Paraná, de forma temerária e violando princípios constitucionais (art. 37), como o da moralidade, fazem com que este senhor, no mínimo, tenha cometido ato de improbidade administrativa com esta atitude.
    Sua imunidade é criminal apenas (palavra, opinião e voto). Um político com tanta experiência tem a plena consciência de que este comportamento ridiculariza o próprio estado e seus eleitores, inclusive a moral coletiva dos paranaenses.
    Que o MPF verifique se esta atitude do senador, sujeito à responsabilidade em primeira instância por improbidade, ao menos está de acordo com o que se exige a um servidor de “baixo” escalão.

Comente