Uncategorized

Bolsonaro: ‘Também sou réu no Supremo, e daí?’

Aconteceu assim: A Folha de S. Paulo publicou matéria sobre Tereza Cristina, a escolhida por Bolsonaro para ser ministra da Agricultura, e seus enroscos com a Justiça. A reportagem versava sobre como ela concedeu incentivos fiscais à JBS quando era secretária do agronegócio de Mato Grosso do Sul.
Bolsonaro minimizou: “Eu também sou réu no Supremo, e daí?” (ele responde a ação por incitação ao estupro). “Afinal de contas sou um ser humano, posso errar, e, se qualquer ministro tiver uma acusação grave e comprovada, a gente toma uma providência. Neste momento, ela goza de toda a confiança nossa”.

(Foto: Alan Santos/PR)

3 Comentários

  1. Qualquer um pode processar o outro, ainda que de forma temerária. Nem sempre aquele que foi à delegacia fazer o BO é vítima. O dificil é quem acusou conseguir provar categoricamente a versão apresentada. A lei é expressa ao exigir que aquele que acusa/alega que tem o dever de comprovar.
    Se o Bolsonaro tivesse processado a Maria do Rosário antes, por chama-lo de estuprador, ele seria a vítima.
    Por isso que tudo que a mídia notícia, no calor do fato, deve ser ponderado. O leitor se revolta antes mesmo de entender que o processo serve para esclarecer aquilo que inicialmente se noticiou à justiça.

  2. No Brasil é assim, Bolsonaro queria que o Estuprador fosse condenado mesmo sendo (di) Menor, o que irritou Maria do Rosário e provocou um bate boca. O absurdo é que a deputada acabou chamando Jair Bolsonaro de ser estuprador, e ainda teve a pachola de o Denunciar. Pior é que a PGR aceitou a Denuncia (!) e agora vais ser SUBSTITUIDA pelo novo Presidente. Raquel Dodge não imaginava que ele Ganharia a Eleição e ela perderia o Emprego…

Comente