Uncategorized

Brasil condena ‘caráter criminoso’ do regime Maduro

O governo brasileiro condenou na noite de sábado, de forma veemente, o que chama de “atos de violência perpetrados pelo regime ilegítimo do ditador Nicolás Maduro”. Informações da Folha de S.Paulo.

Em nota divulgada pelo Ministério das Relações Exteriores, o governo cita os conflitos nas fronteiras da Venezuela com o Brasil e com a Colômbia que causaram mortes e deixaram dezenas de pessoas feridas.

“O uso da força contra o povo venezuelano, que anseia por receber a ajuda humanitária internacional, caracteriza, de forma definitiva, o caráter criminoso do regime Maduro. Trata-se de um brutal atentado aos direitos humanos, que nenhum princípio do direito internacional remotamente justifica e diante do qual nenhuma nação pode calar-se”, diz a nota. Ainda na nota, o Brasil apela à comunidade internacional, principalmente aos países que ainda não reconheceram o líder oposicionista Juan Gauidó como presidente encarregado, a somar-se aos esforços de “libertação da Venezuela”.

O governo brasileiro pede que o “governo” de Juan Gauidó seja reconhecido como legítimo e que a comunidade internacional exija o fim da violência das “forças do regime contra sua própria população”.

4 Comentários

  1. Aprigio Fonseca Responder

    Governo que mata 50 mil nas estradas caóticas,60 mil assassinatos por policiais e bandidos,e centenas de milhares por falta de remedios e leitos não pode falar nada da Venezuela.

  2. Aprigio Fonseca/S.Silvestre só pode estar falando do governo PTRALHA, que deixou essa merda toda e mais 13 milhões de desempregados…

  3. Caro Fábio, a posição assumida pelo governo Bolsonaro pela minha visão está correta, pois devemos estar atentos e impedir o avanço do comunismo, praga, que assola as
    sociedades de pouca cultura e líderes corruptos. Foi graças as lideranças dos políticos do país, da época, hoje nas penitenciárias, que o governo de então apoiou o governo comunista de Chaves e Maduro, que auxiliaram a sociedade venezuelana ir ao caos de hoje. Por outro lado, os números citados nos comentários, são resultados de anos de desmando, de anarquia, que quase conduziram a sociedade brasileira ao caos vivido pelos venezuelanos de hoje.

Comente