Uncategorized

Datafolha: 32% aprovam Bolsonaro, 30% desaprovam

Depois de cem dias (3 meses de gestão), o governo Jair Bolsonaro está em empate técnico entre os que aprovam e aqueles que desaprovam, segundo o Datafolha divulgado neste domingo pelo jornal Folha de S.Paulo.

De acordo com o levantamento, 33% dos brasileiros consideram o governo Jair Bolsonaro regular, 32% ótimo ou bom e 30% ruim ou péssimo. Entre os entrevistados, 4% não souberam opinar.

A avaliação da gestão Bolsonaro é a pior para os três meses iniciais de gestão dos eleitos desde Fernando Collor, aponta o Datafolha.

Os dados revelam outra informação preocupante para Bolsonaro e sua equipe, por que mostram uma inversão considerável da opinião pública, logo após a eleição de outubro do ano passado.

Naquele período, a expectativa em relação ao governo do presidente, antes da posse, era de 65% ótimo ou bom, 17% e regular e 12% de ruim ou péssimo.

Ainda segundo o Datafolha, 50% dos brasileiros consideram que Jair Bolsonaro “trabalha pouco”, ante 42% que acham que ele “trabalha muito”.

Para 57%, Bolsonaro é autoritário, e 49% o classificam como antiquado.

A margem de erro da pesquisa é de dois pontos porcentuais para mais ou para menos. O levantamento ouviu 2.086 pessoas com mais de 16 anos, em 130 municípios, nos dias 2 e 3 de abril.

Outros presidentes
O início perturbado do governo Bolsonaro fica mais perceptível no comparativo com os números dos ex-presidentes eleitos pelo voto popular.

Fernando Collor, após três meses de gestão, tinha 36% que consideravam ótima ou boa, enquanto 19% avaliavam o governo como ruim ou péssimo.

Fernando Henrique Cardoso (PSDB) registrou rejeição menor no período, com 16% após os três meses iniciais do seu primeiro mandato e 39% dos entrevistados consideravam a gestão ótima ou boa.

Os governos petistas, por sua vez, registraram índice de rejeição ainda menor. No primeiro mandato de Lula, 10% consideravam o governo ruim ou péssimo após os três primeiros meses. Já 43% avaliavam a gestão como ótima ou boa.

Para Dilma Rousseff, 47% consideravam o governo ótimo ou bom após o primeiro trimestre. Já 7% avaliavam a gestão como ruim ou péssima.

4 Comentários

  1. 1-Os institutos de pesquisa (ou seriam prostitutos de pesquisa?) fazem pesquisa de ocasião e ao gosto do freguês. Isto é fato.
    2-Que o governo bolsonaro comete uma trapalhada atrás da outra também é fato.
    3-Que a grande mídia, à míngua de polpudas verbas públicas de tempos passados não para de bater no bolsonaro (muitas vezes com razão), também é fato.
    Mas o que é preciso levar em conta, é o fato de que o bolsonaro foi eleito não pelas suas qualidades enquanto gestor público, mas sim, para dar um basta à incompetência somada a uma corrupção sistêmica dos “tradicionais” partidos que se revezaram no poder nos últimos 30 anos. Se isto for feito, já valeu a ruptura do “statos quo” da nossa hist´ria política.
    Por fim, quando se compara governos, é bom aguardar um pouco pois collor e dilma foram defenestrados. o temer foi preso e é réu, e o lula “tá preso seu babaca”.
    Aguardemos para fazermos comparações e pesquisas de opinião!

Comente